PROENÇA-A-NOVA

CENTRO DE INVESTIGAÇÃO DESPORTIVA de referência internacional nasce na Pista das Moitas (Proença-a-Nova). Projeto será apresentado a 16 de outubro no Aeródromo Municipal. O Centro de Paraquedismo, a funcionar na Pista das Moitas, será alvo de um projeto de investigação na área desportiva, liderada pela Universidade da Extremadura (Espanha), através do Grupo de Optimización Del Entrenamiento y Rendimiento Desportivo (GOERD) e o Instituto Politécnico de Castelo Branco, através da sua Unidade de Investigação Sport, Health e Exercise Research Unit, com o apoio do Município de Proença-a-Nova. A apresentação deste projeto aconteceu dia 16 de outubro, no hangar do Aeródromo Municipal. A recolha de dados desportivos decorrerá durante o sábado, 17 de outubro, enquanto decorrem as provas para a Taça de Portugal de Paraquedismo. O objetivo principal é estudar os parâmetros fisiológicos e psicológicos nos praticantes de paraquedismo. . A recolha de dados será feita a partir de uma amostra de 32 paraquedistas em que serão feitas diversas medições através de aparelhos WIMU de última geração, sensor de banda cardíaca Garwin (pertencentes aos laboratórios da GOERD) e altímetros VISO, e que permitirão recolher informações de multivariáveis, tais como: FC, VFC, velocidade médias, localização precisa e níveis de CO2. Serão estudados a carga interna objetiva em praticantes de paraquedismo principiantes e experientes, tendo em conta o número do salto (1º e 2º salto do dia). É registada a frequência cardíaca (FC) nos praticantes de paraquedismo e verificadas as diferenças estatisticamente significativas entre os diferentes saltos para cada um dos grupos.

O Aeródromo de Proença-a-Nova possui todas as condições logísticas para dar resposta à investigação e, por esse motivo, o objetivo é transformá-lo num Centro de investigação desportiva de referência internacional, centrado no paraquedismo. Na apresentação estarão presentes o Presidente da Câmara Municipal de Proença-a-Nova, o presidente do IPCB, o diretor da Escola Superior de Educação do IPCB, o coordenado do Grupo GOERD, o diretor técnico da Federação Portuguesa de Paraquedismo, o representante da empresa Skyfuncenter e o investigador do estudo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *