PROENÇA-A-NOVA

17 de Janeiro de 2020

A RIBEIRA DA FRÓIA, NO MUNICÍPIO DE PROENÇA-A-NOVA – é uma das seis linhas de águas que será intervencionada, na sequência da aprovação de uma candidatura que a Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB) apresentou no âmbito da Estratégia Nacional de Adaptação às Alterações Climáticas (ENAAC 2020), através do Programa de Ação para Adaptação às Alterações Climáticas (P-3AC) ao Fundo Ambiental. No total, os cerca de 200 mil euros serão distribuídos por seis linhas de águas e suas margens nos concelhos que integram a CIMBB, com limpeza seletiva do interior do leito e recuperação biofísica e integração paisagística de galerias ripícolas. “Estas intervenções permitirão não só reduzir a vulnerabilidade aos impactos das alterações climáticas como, simultaneamente, incrementar a capacidade adaptativa do território”, refere a Comunidade Intermunicipal. “O Projeto da CIMBB contempla medidas físicas de adaptação às alterações climáticas com impacto direto no território da Beira Baixa. Focaliza-se numa área vital para a região – os recursos hídricos – em função da importância que assumem nos esforços de redução das vulnerabilidades do território e aumento da capacidade adaptativa, bem como do seu papel para a competitividade e sustentabilidade regional”. No caso de Proença-a-Nova, a intervenção incide na Ribeira da Fróia, numa área de um quilómetro a montante da praia fluvial da Fróia, que foi percorrida por um incêndio em 2003. Sendo uma zona rica em espécies florestais, tem vindo também a acumular massa vegetal problemática “que dificulta o desempenho ecológico e funcional das linhas de água e constitui mesmo um potencial elevado de risco de incêndio. Por outro lado, trata-se de uma galeria ripícola potencial que com uma intervenção mínima se poderá transformar numa mancha florestal de alto valor ambiental”. Será realizada desmatação seletiva, serão eliminadas as árvores caídas e removidos lixos acumulados; esta intervenção possibilitará ainda a realização de outras ações específicas, nomeadamente o desassoreamento pontual de alguns troços do curso de água e a recuperação de alguns açudes de forma a aumentar o volume de água retido no sistema ecológico.



Categoria: News

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image