ORDEM DOS MÉDICOS

MISSÃO HUMANITÁRIA da Ordem dos Médicos chegou à Ucrânia. Uma equipa composta por médicos portugueses e luso-ucranianos chegou hoje à Ucrânia para uma missão humanitária de formação em transporte do doente crítico, organizada pela Ordem dos Médicos através do seu Gabinete de Apoio Humanitário (GAHOM).

A equipa dará formação a cerca de 50 profissionais de saúde ucranianos, na cidade de Ternopil, situada a aproximadamente 600 km de Kiev. O coordenador do GAHOM, Vítor Almeida, salientou “a importância de transportar os doentes, de forma segura, dos hospitais da linha da frente para os hospitais da retaguarda”.

Há um ano, a 24 de fevereiro de 2022, na sequência da invasão da Ucrânia pela Federação Russa, a Ordem dos Médicos, através do seu Bastonário Miguel Guimarães, criou o Gabinete de Apoio Humanitário com o objetivo de desenvolver esforços concertados para apoiar o povo da Ucrânia.

Na missão prévia de reconhecimento no terreno, uma das áreas identificadas foi o transporte do doente crítico, tendo já sido realizada em Coimbra a formação de 46 elementos com o curso Tactical Combat Casualty Care (TCCC), de 12 elementos com o curso de Instrutores em Simulação Biomédica e o Curso de Transporte do Doente Crítico.

Agora em parceria com o Ministério da Saúde da Ucrânia e o Centro de Simulação de Ternopil será feita a implementação deste curso de forma adaptada na Ucrânia. A barreira da língua foi ultrapassada com o curso bilíngue ucraniano-inglês.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *