13.ª edição do Concurso “Água Jovem 2023”

JÁ ESTÁ LANÇADA A 13.ª edição do Concurso “Água Jovem 2023”. Candidaturas disponíveis até dia 01 de março. Sessão de entrega de prémios em Monchique

De fácil observação, nos últimos anos, temos vindo a identificar um pouco por todo o planeta, inclusivamente no nosso país, a alterações significativas nos padrões climáticos. Uma panóplia de diferentes fenómenos naturais têm-se sucedido, cada vez com mais frequência e intensidade, ameaçando o bem-estar do planeta, mas acima de tudo o bem-estar da população humana, animal e vegetal. Estas são algumas das principais razões pelas quais a educação ambiental tem, cada vez mais, um papel essencial na formação da população mundial para a urgência na mudança de hábitos, mostrando que existem alternativas construtivas na continuação de um desenvolvimento sustentável, sem comprometer o bem-estar das gerações futuras.

A educação ambiental acomoda um dos pilares fundamentais da formação cívica de todos os cidadãos, permite uma consciência crítica relativamente a questões ambientais e um sentimento de pertença perante o património natural através do reconhecimento da sua importância e consequente preservação.

De acordo com dados fornecidos, pela UNICEF, “…as alterações climáticas colocam em causa o bem-estar das crianças, o acesso à alimentação, água e educação. Há regiões do globo mais expostas a estes problemas, tornando a educação ambiental urgente, sobretudo, nos países mais desenvolvidos.” Não queremos que Portugal apareça nesta lista, pelo que a Águas do Algarve está motivada para continuar a contribuir para o desenvolvimento de uma maior literacia ambiental, dando a conhecer boas práticas, com experimentação de soluções, dentro da realidade da nossa região algarvia.

Por esta e outras razões, as Águas do Algarve continuam a fazer parte da construção e desenvolvimento regional do Concurso Educativo “Água Jovem” que não deixa ninguém indiferente. Ano após ano, têm vindo a interagir junto dos mais jovens em idade escolar (ensino pré-escolar e os 1.º, 2.º e 3.º ciclos do ensino básico do Algarve)sempre com diferentes temáticas e desafios associados.  O seu principal objetivo é o de sensibilizar, informar e divulgar junto das comunidades escolares a importância da preservação do património água, promover o conhecimento dos ecossistemas aquáticos da região e contribuir para a sua gestão participada.

Este ano não será diferente! Irão ser distinguidos os melhores trabalhos em cada um dos 3 temas principais:

  1. A “Aliança pela Água” (Tema I)
  2. A“Serra de Monchique – A importância da água e dos seus ecossistemas aquáticos” (Tema II)
  3. Os “Desafios da Água – Impacte das Alterações Climáticas (ODS13) no ODS 6”, Tema III.

A 13.ª edição do Concurso “Água Jovem” é promovida em parceria com a Águas do Algarve, SA, Agência Portuguesa do Ambiente I.P., através da Administração da Região Hidrográfica do Algarve (APA-ARH Algarve), o Mundo Aquático S.A. (Zoomarine) e a International Water Technology, SA.

O regulamento do Concurso “Água Jovem 2023” pode ser consultado no site da Águas do Algarve SA e nos vários sítios dos parceiros. O Júri do Concurso “Água Jovem 2022” é constituído por representantes da Águas do Algarve S.A., da Agência Portuguesa do Ambiente I.P, do Zoomarine, da Internacional Water Technology S.A,  do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P. e da Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares- DSR Algarve.

A entrega dos prémios será realizada no dia 2 (dois) de Junho de 2022, em Monchique, durante o FÓRUM ÁGUA JOVEM 2023, caso se verifiquem as condições que permitam garantir a segurança e a saúde dos participantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *