VOLVO C40 RECHARGE

FOI HOJE A APRESENTAÇÃO MUNDIAL DO NOVO VOLVO C40 Recharge. É o primeiro automóvel da Volvo a ser lançado apenas como um modelo elétrico, projetado para reduzir o impacto ambiental. Por dentro, dispõe de um interior sem couro, o que representa uma nova interpretação de luxo, enquanto os outros recursos de segurança reconfortantes permanecem vitais como sempre. A Volvo Cars anunciou hoje um conjunto de medidas que afirmam o percurso da marca rumo à sustentabilidade e à eletrificação. Com efeito, empresa eleva o seu compromisso ambiental ao mesmo nível do histórico compromisso, que desde sempre tem mantido, para com a segurança.

A Volvo Cars vai acabar com motores a combustão e tornar-se num fabricante de automóveis 100% elétricos até 2030. Marca sueca eleva sustentabilidade ao nível da segurança. “A sustentabilidade é tão importante para nós como a segurança. Dedicamos o nosso negócio a ajudar a proteger a vida das pessoas, seja dentro ou fora dos automóveis. Vamos agora mostrar a mesma dedicação a proteger o planeta.”  Håkan Samuelsson – Chief Executive.

Apenas automóveis 100% elétricos a partir de 2030 – A Volvo Cars está a caminhar diariamente para se tornar líder no segmento de automóveis elétricos premium e anunciou hoje, num evento mundial, que ambiciona ser um fabricante de automóveis exclusivamente elétricos até 2030. Até lá, a Volvo Cars irá, de forma gradual, remover da sua gama todos os modelos com motor a combustão interna, onde se incluem os híbridos. Com efeito, em 2030, cada novo automóvel Volvo Cars vendido, deverá ser exclusivamente elétrico.

A transição para a eletrificação faz parte do ambicioso plano climático da Volvo Cars, que pretende reduzir, de forma consistente, a pegada de carbono associada ao ciclo de vida de cada automóvel e ainda vir a ser uma empresa com impacto climático neutro, até 2040.

Esta decisão baseia-se, ainda, na expectativa de que, quer a legislação, quer a melhoria das infraestruturas de carregamento, irão contribuir significativamente para uma aceitação crescente dos clientes em relação aos automóveis 100% elétricos.

“Não existe futuro a longo prazo para os automóveis com motor a combustão interna. Queremos ser um fabricante de automóveis exclusivamente elétricos em 2030. Isto permitir-nos-á ir ao encontro das expectativas dos nossos clientes e fazer também parte da solução no que toca ao combate às alterações climáticas.”, refere Henrik Green – Chief Technology Officer – Volvo Cars.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *