Renault Mégane E-Tech Electric


NÃO É O PRIMEIRO RENAULT a receber a sigla Mégane e também está longe de ser o primeiro automóvel totalmente elétrico da marca francesa. Mas a experiência de utilização do novo Renault Mégane E-Tech Electric é muito semelhante àquela que poderíamos ter se fosse mesmo tudo novo e apresentado pela primeira vez. Esta nova opção da gama é sim, a primeira de uma nova fase na história da Renault e foi desenvolvido de raiz como uma nova aposta para o mercado, totalmente focada num mundo totalmente elétrico e com uma abordagem até um pouco futurista que vai garantir o seu interesse durante algum tempo.
As linhas da carroçaria incluem traços modernos e soluções contemporâneas como as áreas em dourado nos pára-choques, ainda que estas sejam específicas da versão Iconic, com o nível de equipamento de topo. O sistema de iluminação é totalmente em LED e inclui grupos óticos bastante esguios, tanto na secção dianteira como na posterior, onde a designação deste modelo é colocada mesmo ao centro do conjunto e com o ‘E’ de Mégane também no tom dourado, de forma a diferenciar a locomoção elétrica.

A bordo, mantém-se a imagem mais futurista com os amplos ecrãs do novo sistema OpenR link, mas também de diversos elementos de bom gosto e que oferecem um excelente ambiente num habitáculo que também se destaca pela boa dose de espaço disponível.
Para locomover o Mégane, está presente uma motorização totalmente elétrica com 220 cavalos de potência e 300 Nm de binário, que não foram afinados para uma experiência incrível em termos de prestações, mas para uma mais sustentável e de acordo com uma utilização diária, que se pode prolongar durante 450 quilómetros. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.