Renault Arkana TCe EDC mild hybrid

PRECISAMENTE NUMA ALTURA em que os consumidores começam a querer algo diferente em termos de formato, o Renault Arkana surgiu como uma alternativa perfeita aos suspeitos do costume. Um pouco maior que um Captur, com o qual partilha a plataforma, mas com um estilo mais original, o Arkana conta com uma carroçaria com linhas de coupé, mas com o habitáculo posicionado um pouco mais acima do que um familiar, ao jeito de um SUV.

Na sua lista de trunfos está um habitáculo suficientemente amplo e com uma imagem moderna, que já inclui elementos como o painel de instrumentos totalmente digital e o monitor tátil da consola central numa posição mais vertical, com widgets e diversas hipóteses de personalização. A posição de condução é boa e o espaço disponível a bordo cativa mesmo quem viaje nos lugares traseiros, uma vez que poderá contar com um amplo espaço para as pernas e uma boa medida em altura, apesar do formato de carroçaria um pouco mais desportivo e com inspiração em alguns traços de coupé. Além disso, e mesmo com o comprimento da carroçaria em torno dos 4,5 metros, ainda sobram centímetros para uma bagageira compatível com todas as coisas que as quatro pessoas a bordo, idealmente, possam transportar.

Na unidade que tivemos oportunidade de ensaiar, marcava presença o bloco de 1,3 litros, a gasolina, que inclui um sistema mild-hybrid com a missão de otimizar as médias de consumo, ainda que, com um patamar de potência de 160 cavalos. Tal como todas as versões disponíveis atualmente com a gama Arkana, a caixa de velocidades é uma automática EDC de dupla embraiagem com sete relações.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.