Mini Cooper SE

A VERSÃO TOTALMENTE ELÉTRICA DO NOVO Mini tem estado a dinamizar as vendas da marca de uma forma acima das expetativas. Com a eletrificação do mundo automóvel, a procura por este tipo de solução tem crescido bastante, no entanto, continuam a existir pessoas que gostam de conduzir algo diferente e divertido no seu dia-a-dia e é aqui que a versão elétrica do Mini se torna num enorme argumento.

Para o distinguir dos restantes, há diversos elementos em amarelo e umas originais jantes de 17 polegadas. As características linhas do Mini de três portas mantêm-se inalteradas, desaparecendo, obviamente o sistema de escape, por exemplo, mas ainda se mantém a entrada de ar no capot dianteiro, característica das opções mais desportivas deste modelo. Só que agora, debaixo do capot, não existe nenhum compressor a precisar de refrigeração e sim um motor elétrico com 184 cavalos de potência, que é capaz de fazer locomover o pequeno Mini ao longo de 233 quilómetros, podendo este valor aumentar um pouco caso os trajetos sejam efetuados apenas em cidade.

O valor de potência é suficiente para que o Mini Cooper SE acelere dos 0 aos 100 km/h em 7,3 segundos e mantenha uma dinâmica típica de um Mini de tração dianteira, sendo que o conjunto de baterias de alta tensão com 96 células e 32,6 kWh destinadas a alimentar o sistema elétrico estão arrumadas no mesmo espaço onde estava antes o depósito de combustível, não roubando peso no habitáculo nem na bagageira, que mantem os 211 litros de capacidade. Para otimizar a autonomia, o Mini Cooper SE dispõe ainda de uma solução que intensifica a regeneração, o que permite conduzir em cidade usando apenas o pedal do acelerador.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.