MERCEDES-BENZ A250e

A FAMÍLIA DE MODELOS EQ Power da Mercedes-Benz começa agora a chegar aos modelos mais pequenos. Durante algum tempo, as versões híbridas com capacidade de se carregarem através da rede estavam destinadas apenas a modelos de valor mais elevado, mas agora, com a chegada do A250e, o cenário muda. A versão A200 que inclui o motor a gasolina de 1,3 litros recebe agora a companhia de um motor elétrico, o que poderá significar diversas vantagens numa utilização diária, mais expressiva se a rotina incluir deslocações em cidade. Se circularmos em modo elétrico, a autonomia máxima poderá chegar aos 70 quilómetros, algo perfeitamente adequado para a maioria das pessoas que trabalha na cidade e mora lá por perto, o que deixa o carregamento do sistema apenas para quando estiver em casa, durante a noite. Caso tenha de percorrer uma distância superior, o motor de combustão estará sempre presente para dar uma ajuda, fazendo com que nunca tenha de se preocupar com o ponto de carga que vai utilizar. Ou seja, com tudo bem organizado e pensado, este Classe A poderá ser utilizado durante a semana de trabalho, sem nunca sequer ligar o motor de combustão e deixando a média do computador de bordo em 0,0 litros a cada 100 quilómetros percorridos. Claro que terá de ter cuidado com a utilização do acelerador e escolher um percurso o mais plano possível, mas nunca de uma forma que destoe do resto dos utilizadores da estrada. É que em modo elétrico, este Classe A ainda atinge os 140 km/h. Com os dois motores a funcionar em conjunto, a potência combinada é de 218 cv e a velocidade máxima passa para os 235 km/h. A única desvantagem é que o depósito de combustível passa a ter apenas 35 litros, pois é preciso espaço para as baterias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *