SEM NUNCA CHEGAR AO CIMO

PAOLO COGNETTI – D. Quixote

O que procuramos quando embarcamos numa viagem? Talvez exista um destino ou um cume que ninguém tenha alcançado, ou talvez a razão de viajarmos seja a própria viagem. Na tradição da melhor literatura de viagem, Sem Nunca Chegar ao Cimo é muito mais do que um diário de viagem. É a história mais profunda, terna e estimulante do confronto com os nossos limites físicos, da erosão de muitas certezas antigas, da beleza das pequenas coisas e de como podemos encontrar o equilíbrio interior. 

Paolo Cognetti, um escritor italiano muito apreciado pela crítica, no seu estilo único, poético e elegante, conta-nos esta experiência inesquecível, em que o poder da amizade, a magnificência da natureza, a diversidade dos lugares que descobriu e das pessoas que conheceu, os altos e baixos dos trilhos percorridos e as diferenças de altitude são como uma viagem da mente, do corpo e do espírito. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *