O FÍSICO PRODÍGIOSO

LIVROS DO BRASIL

Foi ao recordar dois episódios do Orto do Esposo, obra moralística portuguesa do início do século xv, que Jorge de Sena se viu tentado a cruzar duas das suas personagens: um físico, médico-bruxo, que sangra o seu corpo para curar os males de outros, e o endemoninhado que sobrevive à vertigem da morte no cadafalso.

Contudo, em O Físico Prodigioso, entrelaçam-se muito mais que duas narrações medievais. Nele desenrola-se uma história ungida pelo erotismo e pelos desejos da carne, ainda que epítomes da sagração da liberdade e do amor.

Uma novela, como gostava de a apelidar o autor, publicada inicialmente na coletânea Novas Andanças com o Demónio (1966), que viria a ser reeditada individualmente, em 1977. Um livro onde encontramos a força da inconfundível escrita de Jorge de Sena.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *