KAPUTT

Curzio Malaparte Cavalo de Ferro 

Livro “cruel e alegre” no dizer do autor, mas surpreendente e fascinante, capaz de dividir o leitor perante a beleza da sua escrita e o espetáculo hílare e grotesco das cenas terríveis que descreve, Kaputt é um relato da Europa em pleno teatro bélico da II  Guerra Mundial, a descrição de um continente em chamas e arremessado para o abismo da desintegração política e moral, vivenciado pelo escritor, intelectual, diplomata e herói de guerra, capitão das tropas alpinas e correspondente do jornal Corriere della Sera. É desta tentativa impossível de relatar o que vê e o que ouve, da convivência íntima com o lado inimigo, da desenvoltura com que se relaciona com altas patentes alemãs, priva com príncipes, ministros do III Reich e embaixadores e experiência o sofrimento de soldados e mujiques, que nasce Kaputt e histórias que se vão desfiando, para deleite e horror das elites europeias e gerações de leitores. Iniciado em plena frente russa, durante o verão de 1941, e terminado em Itália, em 1943, já após a queda de Mussolini, o livro tornou-se um bestseller internacional, consagrando Malaparte como um dos maiores escritores do século XX.  

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *