A GUERRA DOS POBRES

Éric VuillardQuixote

Sabe-se desde Rousseau que a desigualdade tem uma história muito antiga e terrível. Essa história não terminou. A Guerra dos Pobres narra um episódio brutal e pouco conhecido dos grandes levantamentos populares. No século XVI, a Reforma protestante ergue-se contra o poder e os privilégios. Mas depressa se estabiliza, se aburguesa. Os camponeses, os pobres das cidades, a quem se continua a prometer a igualdade no Céu, interrogam-se: “E porque não a igualdade já, na Terra?” Segue-se uma luta furiosa entre os poderosos, os protestantes instalados e os outros, os miseráveis. À cabeça destes estão diversos teólogos. Um deles deixou memória, pela sua determinação e pelo vigor do estilo; chama-se Thomas Müntzer. Pôs a Alemanha a ferro e fogo. A Guerra dos Pobres conta a sua história. A história de uma insurreição mediante o verbo. Ecoada pela força inventiva da escrita de Éric Vuillard. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *