MERCADOS DE NATAL

4 de Outubro de 2017

MAGIA E TRADIÇÃO

Juntando magia e tradição às suas compras de Natal, descubra os vários mercados de Natal existentes na Europa.

 

Praça Central – Estocolmo, Suécia

O mercado de Natal da Cidade Velha é o mais antigo de Estocolmo. Há mais de um século, sem interrupção, que se realiza na belíssima praça central (Stortorget) da cidade. Aqui é ainda possível degustar algumas iguarias, tais como as pepparkakor (bolachas de pimenta), saffransbuller (pães de açafrão) e glögg.

 

Striezelmarkt – Dresden, Alemanha

O Striezelmarkt em Dresden é o mercado de Natal mais antigo da Alemanha e conta já com quase 600 anos de existência. Os artesãos da região reúnem-se, em grande número, à volta das cerca de 250 bancas, que apresentam uma vasta seleção de produtos locais. O grande destaque é o festival anual de bolo de fruta (stollen) que decorre no segundo domingo de dezembro.

 

Jardins Tivoli – Copenhaga, Dinamarca

O segundo mais antigo parque de diversões do mundo veste-se de milhares de luzes e centenas de árvores de Natal na ocasião do seu mercado natalício. Uma das maiores atrações é o lago gelado que se transforma num ringue de patinagem. Aqui a comida e a bebida são tão convidativas quanto o ambiente e o artesanato – em particular o vinho quente com especiarias e as almofadas de maçã quentes.

 

Praça da Residência – Salzburgo, Áustria

O Christkindlmarket (mercado de Natal) de Salzburgo situa-se na pitoresca Residenzplatz (Praça da Residência). Na sombra de uma igreja imponente, sob o olhar de um castelo medieval no alto de um monte e disposto em redor de uma fonte de dois andares envolta num gigante cone de vidro avant-garde, o mercado de Salzburgo apresenta uma atmosfera única. Os monumentos iluminados são um encantador pano de fundo para as bancas de artesanato.

 

Praça do Centro Histórico – Praga, República Checa

O mercado de Natal mais icónico de Praga tem lugar na praça do centro histórico. Embora existam vários mercados de Natal espalhados pela cidade, o melhor está no coração da Cidade Velha. Corredores de casinhas coloridas, organizadas à volta de uma enorme árvore de Natal, vendem uma mistura de brinquedos artesanais (incluindo marionetas tradicionais checas), joalharia feita à mão, velas e cristais. Experimente a medovina, uma espécie de vinho de mel.

 

Place Sainte-Catherine, Grand Place e o Mercado de Peixe – Bruxelas, Bélgica

Com cerca de 240 chalés de madeira, o mercado de Bruxelas é enorme. Muitos países estão aí representados, embora muitas das bancas vendam produtos artesanais e decorações de Natal semelhantes. O que vale realmente a pena é a comida tradicional belga: waffles, donuts, mexilhões, caracóis, tudo o que possa imaginar, pronto a ser acompanhado de uma cerveja típica.

 

Albert Square – Manchester, Inglaterra

Os mercados de Natal não são apenas um fenómeno da Europa continental, chegaram também às margens do Reino Unido. Os mercados de Natal de Manchester contam com mais de 300 bancas com produtos de artesanato e iguarias provenientes de toda a Europa.

 

Cidade Velha – Riga, Letónia

O mercado de Natal principal da capital da Letónia parece saído de um conto de fadas. Situado na praça da catedral, no coração do centro histórico de Riga – uma pérola da Art Nouveau, reconhecida como Património Mundial da UNESCO –, este mercado está atolado de mimos para satisfazer todos os gostos.

 

Praça Central – Nuremberga, Alemanha

O mercado de Natal de Nuremberga data do século XVI e recebe cerca de 2 milhões de visitantes de todo o mundo, todos os anos. Situado na Hauptmarkt (a praça central na cidade velha de Nuremberga), este mercado colossal é o lugar ideal para se abastecer de produtos natalícios, como pão de gengibre e o glühwein (vinho quente com especiarias).

 

Praça Maior – Madrid, Espanha

O principal mercado de Natal de Madrid decorre na praça central da cidade, a Plaza Mayor. Com mais de cem anos de idade, este mercado é famoso pelas suas figuras de presépio, que se encontram nas prateleiras das inúmeras barraquinhas de madeira e bancas na praça. À medida que cai a noite escura do inverno, o mercado revela as suas verdadeiras cores, com luzes suspensas que fazem esquecer o frio e o escuro, ainda que temporariamente.

 

Rua San Gregorio Armeno – Nápoles, Itália

Rico em tradição e a transbordar uma herança de ritualismo artesanal, neste mercado de Nápoles é possível desfrutar da autêntica experiência italiana de um mercado de Natal. Como em muitos outros mercados natalícios, as figuras do presépio são um elemento central.

 

A Grande Praça – Sibiu, Roménia

Situado na cidade romena de Sibiu, este mercado já ganhou fama por ser um dos mais vibrantes do país. Há uma minoria húngara a viver na região, por isso é possível degustar pão de gengibre e outras especialidades como kürtoskalács (um bolo no espeto em forma de cone) e cozonac (pão doce).

 

Praça Vermelha – Moscovo, Rússia

O mercado de Natal de Moscovo, na Praça Vermelha, é uma experiência a não perder. Imponente a qualquer altura do ano, a Praça Vermelha é conhecida pelas suas paradas militares, mas torna-se bastante mais aconchegante no Natal, com a chegada de um dos principais mercados natalícios, que decorre até final de janeiro.



Categoria: Em Destaque

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image