FESTIVAIS

GRANDES EVENTOS2016-166-festival-marisco-olhao-2016-01

Com 850 km de praias, mar e muito sol durante os meses de férias, Portugal adora os seus festivais de verão.

Numa combinação perfeita entre música, sol, mar e muita alegria, todos os anos, Portugal brinda os veraneantes com diversos festivais de verão que fazem as delícias dos mais boémios. A oferta é simples, bons concertos, boas praias, gente simpática e noites que se prolongam até o dia nascer. Desde espetáculos com grandes talentos a grandes eventos do calendário internacional, a verdade é só uma, Portugal já não abdica dos seus festivais de verão. Para além de oferecerem a possibilidade de ouvir e desfrutar de boa música, num ambiente jovem e descontraído, os festivais de verão são também uma ótima oportunidade para conhecer os locais onde os mesmos se realizam, num ambiente de total descontração e de uma forma divertida. Lisboa e Porto são já, há alguns anos, os destinos ideais para umas miniférias, com noites animadas, que são a continuação natural do ambiente de festa. Dos festivais que se realizam todos os anos nestas cidades, destaque para o NOS Alive e para o Super Bock, Super Rock, em Lisboa, e para o NOS Primavera Sound, no Porto. E no Algarve, em Loulé, o Festival Med transforma o centro histórico da cidade num palco para diversas manifestações artísticas inspiradas na cultura dos países mediterrânicos. Mas existem outros festivais e festas que acontecem durante o verão e que, mesmo não tão mediáticos, atraem cada vez mais festivaleiros.

Outras opçõesMilhares nas ruas de Viana para verem mordomas carregadas de ouro

Cascais é também local de festa e romarias. As Festas do Mar, um evento produzido pela Câmara Municipal de Cascais, são o único festival de verão gratuito em Portugal. A baía de Cascais é todos os anos palco de concertos de vários artistas de renome. Apresentando um programa eclético, que vai do pop rock ao fado, da música sinfónica ao soul, as Festas do Mar fecham sempre com o magnífico e tradicional fogo de artifício na baía. Na região Norte, o Vodafone Paredes de Coura, na praia fluvial do Taboão, é um bom exemplo de um cenário paradisíaco no meio da natureza. Passeios de bicicleta, trekking, canoagem e banhos de rio são apenas algumas das sugestões que podem complementar na perfeição uns dias bem passados. Com mais de 20 anos de história, o festival Vodafone Paredes de Coura é um dos mais antigos festivais de verão e continua a proporcionar aos amantes de música uma experiência única num cenário idílico. Ano após ano, o anfiteatro natural da praia fluvial do Taboão convida à descoberta quer da natureza e da sua beleza autêntica, quer das mais promissoras bandas nacionais e internacionais. Um convite à harmonia num festival que conquista e apaixona o público nacional e além-fronteiras, naquele que já é um destino de férias obrigatório para muitos. Dos novos talentos às mais consagradas bandas, o Vodafone Paredes de Coura é o habitat natural da música para o público e para os artistas. Em 2015, a histórica 23.ª edição teve lotação esgotada e deu ao festival os prémios de Melhor Festival de Grande Dimensão, Melhor Cartaz, Melhor Festival Não Urbano, Melhor Campismo e Melhor Ativação de Marca nos Portugal Festival Awards.  Sem sair do Norte, a magnífica Romaria de Nossa Senhora d’Agonia representa a tradição no seu maior expoente. A procissão ao mar e as ruas da Ribeira, enfeitadas com os tapetes floridos, são testemunhos da profunda devoção religiosa. A etnografia tem o seu espaço nos desfiles do Cortejo Etnográfico e na Festa do Traje, onde se podem admirar os belos trajes de noiva, mordoma e lavradeira, vestidos por lindas minhotas que ostentam peitos repletos de autênticas obras de arte em ouro. A grandiosa serenata de fogo de artifício ilumina toda a cidade, começando pela ponte de Gustave Eiffel, passando pelo Castelo de Santiago da Barra, até Santa Luzia. Rumando ao litoral, o famoso festival MEO Sudoeste, na Zambujeira do Mar, faz as delícias dos festivaleiros. Com 19 anos de existência, aquele que é um dos mais icónicos festivais portugueses tem lugar na Herdade da Casa Branca, na Zambujeira do Mar, desde a primeira edição em 1997. O MEO Sudoeste é, desde há muito, destino de férias preferido para quem gosta de música num ambiente fantástico de verão, sol, muito convívio e partilha com os amigos. No Sul, mais propriamente na cidade de Olhão, o Festival do Marisco é um ponto com referência especial na rota turística do Algarve. A tipicidade das suas gentes, a exótica arquitetura, a gastronomia e as suas ilhas são, por si só, razões para uma visita.  Realizado no Jardim Pescador Olhanense, junto à ria Formosa, o festival apresenta mariscos em grande variedade e cozinhados de forma tradicional, doçaria regional, artesanato e espetáculos que preenchem um cartaz turístico por excelência. Dias longos, bom tempo, muita música e noites ainda mais longas: aqui está a receita perfeita para os festivais de verão.