ICPT

6 de Fevereiro de 2017

Álvaro Beleza e Manuel Ramalho“UMA ORDEM DOS MÉDICOS DO SÉCULO XXI COM OS VALORES DE HIPÓCRATES”

Álvaro Beleza, diretor do Serviço de Sangue do Hospital de Santa Maria e candidato a bastonário da Ordem dos Médicos, foi o orador convidado de mais um almoço-debate do International Club of Portugal. Durante a sua intervenção o candidato afirmou não ver impedimentos numa gestão privada das unidades de saúde públicas e defendeu que o Estado deve reduzir a sua presença na sociedade portuguesa, tendo dado os exemplos do Metro de Lisboa e da Carris como empresas que prestam serviços de transportes públicos e que poderiam ser dirigidas por empresas privadas. “O Estado deve especializar-se na regulação das atividades.” Para a sua candidatura a bastonário da Ordem dos Médicos, Álvaro Beleza apostou no slogan “A Ordem forte” e candidatou-se com um plano do qual fazia parte a recriação de várias organizações de saúde. Álvaro Beleza defendeu, ainda, que “a Ordem tem de entrar definitivamente no século XXI”. À margem dos estatutos, Álvaro Beleza visava transformar a Ordem na “principal entidade certificadora de saúde” e que “não viva das quotas dos médicos”.

Laura Silva e Gonçalo Coelho de SousaAna Laia e Luís AnacletoRita Brandão GuerraPaulo Freitas Lopes



Categoria: Social

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image