FESTA A NÃO PERDER

9 de Agosto de 2018

Dando a conhecer a tipicidade das gentes algarvias, a exótica arquitetura, a gastronomia e as ilhas, o Festival do Marisco é um ponto de referência na rota turística do Algarve. Não deixe de fazer parte desta festa de verão.

A cidade cubista de Olhão é um ponto de referência na rota dos turistas que todos os anos rumam ao Algarve. O Festival do Marisco, que tem lugar todos os anos, em agosto, é sem dúvida um dos eventos mais conhecidos, promovidos por aquela cidade. Realizado no Jardim Pescador Olhanense, junto à ria Formosa, o evento apresenta uma grande variedade de mariscos e bivalves, na sua maioria cozinhados de forma tradicional, bem como doçaria regional, artesanato e espetáculos que preenchem um acontecimento turístico por excelência. A 33.ª edição do Festival do Marisco de Olhão vai decorrer entre 10 e 15 de agosto. As atrações deste grande evento gastronómico voltam a ser os mais frescos mariscos e bivalves da ria Formosa, assim como um cartaz musical de luxo. O primeiro artista confirmado para o festival é um dos mais conhecidos, neste momento, no mercado nacional. Com inúmeros sucessos publicados nos últimos três anos, Agir é aguardado pelos jovens e não só. Apesar de ser a primeira vez que vai atuar neste local, no dia 10 de agosto, promete ser um dos artistas com mais público este ano. Pedro Abrunhosa atuou pela última vez no Festival do Marisco em 2011, e desde então o cantor apresentou mais uma mão cheia de sucessos, sendo fundamental a sua presença uma vez mais no Algarve, em Olhão, no dia 11 de agosto. O fado também vai estar presente no Festival do Marisco, no dia 12 de agosto, pela voz de Ana Moura. Com algumas centenas de atuações em Portugal e no estrangeiro, Ana Moura é bastante acarinhada pelos portugueses, sendo famosos os seus temas, como “Dia de Folga” ou “Tens os olhos de Deus”. Vanessa da Mata atuará dia 13 de agosto, Calema, dia 14 de agosto, e a festa termina ao som do rock português com os Xutos e Pontapés no dia 15 de agosto.

Gastronomia de topo

Ano após ano, o maior certame gastronómico no Sul do país atrai dezenas de milhares de visitantes, que procuram o marisco mais fresco que a ria Formosa e o mar português têm para oferecer. Com uma tradição de mais de três décadas, o Festival do Marisco de Olhão é já uma referência: sapateiras, santolas, lavagantes, ostras, gambas, camarões, amêijoas, conquilhas ou berbigões fazem crescer água na boca, assim como as famosas açordas de marisco, cataplanas, pratos de arroz ou paellas, cozinhados como só os olhanenses sabem.



Categoria: Sem categoria

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image