LUÍS LOPES PEREIRA

5 de Junho de 2015

45O IMPACTO DOS DISPOSITIVOS MÉDICOS NA NOSSA VIDA

Todos os dias, cada cidadão europeu utiliza em média mais de três dispositivos médicos. Devido ao seu forte impacto ao longo da vida da população – os dispositivos médicos acompanham todas as fases do ciclo de vida, desde a conceção, nascimento, crescimento, até ao envelhecimento –, a indústria da tecnologia médica procura responder ao enorme e aliciante desafio de melhorar tratamentos e diagnósticos, e garantir maiores benefícios de saúde. Por estas razões, o setor dos dispositivos médicos é uma das áreas mais inovadoras do mundo! Nas mais de 500 mil tecnologias nas áreas do diagnóstico, da prevenção e do tratamento de patologias, produzidas essencialmente por dezenas de milhares de PME em toda a Europa, a inovação é o fator comum. Cada solução médica acompanha as necessidades atuais e futuras dos doentes e dos profissionais de saúde, assegurando assim a melhoria da saúde dos pacientes. Nos últimos anos, os produtos são cada vez menos invasivos, apresentam melhores resultados clínicos e permitem até mesmo que os pacientes monitorizem as suas condições de saúde em casa sem terem que se deslocar ao médico. A inovação intensiva é de facto uma característica fundamental da tecnologia médica, fazendo com que o ciclo de vida de um produto não ultrapasse em média os 18 meses e sendo por isso essencial que a sua avaliação seja diferenciada de outros produtos da saúde como os fármacos. Neste sentido, torna-se premente que se trate dos dispositivos médicos com políticas próprias e distintas das dos medicamentos. Em Portugal, algumas empresas negoceiam com mais de 50 países e exportam cerca de 80% da sua produção, ocupando um lugar importante num setor cada vez mais exportador (os produtos de saúde já representam um valor superior às exportações de vinho). Mas esta continua a ser uma realidade pouco conhecida entre os portugueses, com pouco espaço de reflexão e atenção na agenda mediática. Assim, e com o objetivo de elevar o conhecimento e debater a importância da tecnologia médica, entre 15 e 21 de junho deste ano, celebra-se em toda a Europa a Semana da Tecnologia Médica (MedTech Week). Durante estes dias, pretende-se partilhar uma visão do que a indústria faz e mostrar o entusiasmo à volta da tecnologia médica com eventos organizados pelas empresas e associações nacionais que a produzem. A tipologia desses eventos abrange comunicações sobre estudos efetuados nas áreas regulamentares e no impacto económico das tecnologias médicas, campanhas de informação, testemunhos de doentes, entre outras, nos países que se associaram a esta semana: Portugal, Bélgica, Alemanha, Irlanda, Suíça, Itália, Eslováquia e Grécia. Em Portugal, a Associação da Indústria dos Dispositivos Médicos, APORMED (www.apormed.pt), irá realizar diversas ações de sensibilização, nas quais se chamará a atenção para a importância deste setor, que desenvolve tecnologia que salva vidas, melhora a nossa qualidade todos os dias e ajuda a que a área da saúde seja sustentável através da criação de produtos que ajudam a reduzir despesas de longo prazo.



Categoria: Opinião

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image

%d bloggers like this: