PINTOR CARLOS FARINHA

17 de Outubro de 2019

MUSEU DO ORIENTE – O Quadro de Carlos Farinha que retrata os pontos mais emblemáticos do concelho de Proença-a-Nova, as suas gentes e tradições – e que normalmente está exposto na entrada dos Paços do Concelho – viajou até Lisboa para integrar a exposição “Sentido Figurado” que o artista tem patente no Museu do Oriente até 10 de novembro. Também outro quadro propriedade do Município, “31 de Juillet” – a representação da viagem de carro que o artista fazia todos os anos de França para Portugal enquanto parte integrante de uma família de emigrantes – faz parte do núcleo intitulado «Os Mapas», que representa os lugares pelos quais o autor nutre um grande afeto. “Partilho com o Carlos uma ligação que é para a vida, pois nascemos no mesmo dia, mês e ano”, refere João Lobo, presidente da Câmara Municipal, que esteve presente na inauguração da exposição no dia 3 de outubro. “Foram as circunstâncias dos caminhos e das geografias que nos fizeram encontrar e é um orgulho ter um artista da dimensão do Carlos Farinha entre aqueles com raízes no concelho de Proença-a-Nova, de que é também um importante embaixador. Sendo licenciado em escultura, foi sempre na pintura, como se vê neste Sentido Figurado, que encontra a melhor forma de exprimir a sua arte e o seu dom que todos podemos usufruir e deliciarmo-nos”.

Dezasseis telas em acrílico compõem a exposição, distribuídas pelos núcleos «Os Mapas» e «Ásia». “As referências mitológicas, visuais e espaciais são uma máxima nas suas pinturas, por norma compostas por pequenas figuras que, ao se agregarem, compõem um grande cenário narrativo, sujeito a uma cuidada interpretação”, considera Mara Silvério, na apresentação que faz do “Sentido Figurado” e de Carlos Farinha, disponível na página de Internet do Museu do Oriente. O artista irá orientar três visitas guiadas à sua exposição nos dias 18 e 25 de outubro e a 8 de novembro, às 18h30, de participação gratuita com inscrição à chegada.

Licenciado em Escultura pela Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa, Carlos Farinha é ainda responsável pelas esculturas do Largo da Devesa, em Proença-a-Nova, integradas no Roteiro das Artes.



Categoria: News

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image