RENAULT

4 de Outubro de 2016

_dsc7142_28770044014_oNota 20

Aliando elegância e dinamismo, o novo Renault Mégane Sport Tourer é uma carrinha que oferece um conjunto de tecnologias únicas no segmento C. Com uma condução personalizável graças ao Multi-Sense e à tecnologia 4Control de quatro rodas direcionais – presente no Mégane Sport Tourer GT –, esta nova aposta da Renault conta um design inspirado no ADN da Renault Sport. Na Madeira pudemos testar este novo modelo e o resultado só poderia ser um: ficámos rendidos!

A Madeira é sem dúvida um dos locais mais bonitos de Portugal. A sua beleza natural deslumbra qualquer um e nós não somos exceção. Com um clima ameno, uma beleza natural ímpar e muitas estradas com percursos sinuosos, esta ilha do Atlântico foi o local escolhido pela Renault para a apresentação do novo Mégane Sport Tourer. Escusado será dizer que ficámos rendidos tanto à beleza da ilha como à eficiência e desempenho da nova aposta da Renault, que, independentemente do percurso traçado, superou todas as provas. E que dizer da viagem de catamarã onde pudemos observar algumas espécies de golfinhos no seu habitat natural, ou do refúgio que descobrimos na Fajã dos Padres? Haveria muito para escrever sobre esta viagem, mas foquemo-nos no essencial: a nova aposta da marca. O novo Mégane Sport Tourer é uma carrinha de design desportivo que combina dinamismo e elegância. É mesmo o automóvel mais baixo e com as vias mais largas da sua categoria. Ao observar este modelo, a qualidade percecionada é do melhor nível, devido ao acabamento cromado, em todas as versões, que envolve a cintura da carroçaria e se prolonga à custódia traseira em preto brilhante. Estes elementos de estilo criam a ilusão de um tejadilho leve e em suspensão, realçando um design de forte carácter. As barras de tejadilho integradas, em alumínio anodizado, são de série a partir do segundo nível de equipamento. O novo Mégane Sport Tourer apresenta-se com uma assinatura luminosa distintiva. À frente, a assinatura luminosa, em forma de C, beneficia da tecnologia LED com guia de luz e efeito 3D. Nas versões superiores, o novo Mégane Sport Tourer dispõe de faróis full LED, com comutação automática estrada/cidade (tecnologia LED Pure Vision). Na traseira, as luzes alongadas proporcionam um efeito 3D, com a tecnologia Edge Light.

Centrado no condutor_dsc7301_28770043164_o

O novo Mégane Sport Tourer apresenta um habitáculo centrado no condutor e com uma melhor ergonomia do posto de condução. O conjunto das prestações tecnológicas (Head-Up Display a cores, quadro de instrumentos com ecrã TFT de 7 polegadas a cores e personalizável, tablet multimédia vertical de 8,7 polegadas R-LINK 2) está posicionado de forma a facilitar a utilização. Os acabamentos cuidados e os materiais de qualidade contribuem para o prazer e o bem-estar a bordo. Tal como a berlina, o novo Mégane Sport Tourer dispõe de versões GT-Line com um design ainda mais desportivo. No exterior, descobre-se um para-choques dianteiro com design mais desportivo e uma entrada de ar alargada; bem como uma grelha inferior específica, em ninho de abelha, associada à grelha superior do novo Mégane Sport Tourer. A saída de escape elítica cromada na traseira, do lado esquerdo, e um difusor perfilado, assim como o monograma GT Line de grandes dimensões nos guarda-lamas dianteiros e uma inscrição na traseira, completam este modelo verdadeiramente sedutor. No interior, existem bancos envolventes com apoios de cabeça integrados, pesponto em azul e logótipo sport com padrão de xadrez. Todo o habitáculo apresenta apontamentos em azul, nos frisos e nos pespontos, que estão em perfeita harmonia com a cor exterior exclusiva Azul Iron. Já o volante é dotado de um revestimento específico para oferecer uma melhor retenção. A assinatura GT Line visível no friso do painel de bordo, a combinar com o monograma lateral exterior, dá o toque final a este modelo arrasador. Está ainda disponível, uma versão equipada com o sistema áudio Bose® – exatamente aquela que tivemos oportunidades de testar – em que os engenheiros da Bose® e da Renault trabalharam em estreita colaboração para obter um som por medida, graças ao posicionamento otimizado de 11 altifalantes de alto desempenho. O altifalante central à frente oferece maior precisão na restituição do som; o subwoofer com dois altifalantes, integrado na bagageira, proporciona um ambiente musical extremamente envolvente. Todo o conjunto oferece um som realista, claro e equilibrado, onde cada nota, cada detalhe, cada timbre da música é fielmente difundido.

_dsc7198_28770044194_oSegurança e conforto

O Head-Up Display a cores e retrátil disponível no Mégane Sport Tourer melhora a segurança e o conforto do condutor com uma clara legibilidade das informações e uma maior eficácia dos sistemas de ajuda à condução (ADAS). Sem desviar os olhos da estrada, o ecrã permite que o condutor possa visualizar informações úteis para a condução: velocidade instantânea, navegação, ajudas à condução. Este modelo beneficia das mais recentes tecnologias de ajuda à condução, já integradas no novo Espace, no Talisman e no novo Mégane. O conjunto dos sistemas de ajuda à condução, acessível e ativável a partir do tablet R-Link2, permite proteger, alertar e facilitar. De entre as tecnologias existentes, destaque para o regulador de velocidade adaptativo (ACC), travagem ativa de emergência (AEBS), alerta de transposição involuntária de faixa (LDW), alerta de distância de segurança (DW), alerta de excesso de velocidade com reconhecimento dos sinais de trânsito (OSP com TSR), aviso de ângulo morto (BSW), câmara de marcha-atrás, comutação automática dos máximos/médios (AHL), ajuda ao estacionamento dianteiro, traseiro, lateral e sistema de ajuda ao estacionamento Easy Park Assist (estacionamento mãos-livres). De destacar, ainda, os vários modos de condução disponíveis, que oferecem diferentes níveis de conforto e de resposta do motor, entre outros pormenores bastante interessantes.

 

Propulsores à altura_dsc7543

O novo Mégane Sport Tourer propõe cinco motores diesel, incluindo uma oferta diesel elétrica, denominada Hybrid Assist, e três motores a gasolina. O motor Energy dCi 90, com caixa manual de seis velocidades, 90 cv e 220 Nm de binário disponível a partir das 1750 rpm, apresenta consumos de 3,7 l/100 km e 95 g de CO2/km. Este motor que oferece uma condução económica e dinâmica está dotado do sistema Stop & Start. Já o Energy dCi 110 Eco2, com caixa manual de seis velocidades,110 cv e 260 Nm de binário disponível a partir das 1750 rpm, posiciona o novo Mégane Sport Tourer entre os melhores do segmento em termos de emissões de CO2 (90 g CO2/km) e de consumo (3,5 l/100 km), o que lhe confere a assinatura Eco2. Oferece um conforto de condução reforçado, graças à utilização de tecnologias diretamente importadas da F1, como os pistões de aço. Com caixa automática de dupla embraiagem EDC de seis velocidades, o motor Energy dCi 110, com 110 cv e 250 Nm de binário disponível a partir das 1750 rpm, proporciona um conforto de condução reforçado, essencialmente graças ao trabalho aplicado à admissão e à combustão. O consumo de combustível e as emissões de CO2, mesmo com a caixa automática de dupla embraiagem, são bastante reduzidos (3,7 l/100 km; 95 g CO2/km). O motor Energy dCi 130, com caixa manual de seis velocidades, 130 cv e 320 Nm de binário disponível a partir das 1750 rpm, é um verdadeiro concentrado de tecnologias. Graças à integração da tecnologia do downsizing, este motor diesel de 16 válvulas desenvolve uma potência de 130 cv para uma cilindrada de 1598 cm3. O motor Energy dCi 130 apoia-se numa conceção baseada numa arquitetura derivada da experiência da Renault na F1. Apresenta um consumo de 4 l/100 km e emissões de CO2 de 103 g/km. O elevado binário permite acelerações dinâmicas e eficazes, que proporcionam um real prazer de condução. O novo Mégane Sport Tourer propõe, ainda, uma motorização diesel elétrica, denominada Hybrid Assist. Com um gerador elétrico e uma bateria de 48 V, a tecnologia Hybrid Assist recupera a energia nas fases de desaceleração e o motor elétrico auxilia o motor térmico nas fases de aceleração. O resultado é um consumo de combustível e emissões de CO2 reduzidas, entre as mais baixas do segmento. No caso dos três motores a gasolina destaque para o motor Energy TCe 100, com caixa manual de seis velocidades,100 cv e 175 Nm de binário disponível a partir das 1500 rpm, 120 g de CO2/km e 5,4 l/100 km. Reativo a partir dos regimes baixos, é particularmente adequado para percursos urbanos. Associado a uma caixa manual de seis velocidades, proporciona acelerações suaves e dinâmicas, com um custo controlado.Já o Energy TCe 130, com caixa manual de seis velocidades, 130 cv e 205 Nm de binário disponível a partir das 2000 rpm, oferece as prestações de um motor atmosférico de 2 litros. Graças à tecnologia de injeção direta e ao turbocoletor integrado, é suave e reativo. A injeção direta melhora a combustão de combustível, beneficiando o consumo (5,3 l/100 km) e as emissões de CO2 (119 g de CO2/km). Finalmente, o motor Energy TCe 130 EDC, com caixa automática de dupla embraiagem EDC de sete velocidades, 130 cv e 205 Nm de binário disponível a partir das 2000 rpm, permite níveis de consumo e de emissões de CO2 equivalentes aos da caixa manual (5,4 l e 122 g), oferecendo o conforto e a reatividade de uma caixa automática de dupla embraiagem.



Categoria: Motores

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image