CABELOS AO VENTO

1 de Julho de 2018

Fomos convidados a descobrir as novas propostas da BMW. Falamos do BMW i8, um roadster que atrai todas as atenções. Em Palma de Maiorca não foi exceção.

A gama BMW i8 não está completamente diferente. Ao olharmos para o Coupé, mal nos apercebemos das diferenças. Mas a grande novidade é o Roadster, de dois lugares, capota de lona elétrica e portas de levantar. É nele que se concentram as atenções, pois, pela primeira vez, é possível andar num BMW i8 de cabelos ao vento e, claro, no mais perfeito silêncio. No que toca ao motopropulsor híbrido do i8, existe também uma renovação importante, tanto no Roadster como no Coupé. O motor de 1.5 litros e três cilindros a gasolina é o mesmo, mas recebe filtro de partículas, um elemento importante de defesa dos pulmões de quem respira por perto de um motor a gasolina com injeção direta. As mudanças mais importantes revelam-se na parte elétrica, composta pelo motor síncrono, montado no eixo dianteiro, e pela bateria de iões de lítio, montada ao centro, sob a consola central: esta ganhou densidade energética, crescendo a sua capacidade dos anteriores 7,1 kWh para os atuais 11,6 kWh. Graças a todas estas alterações, mais ou menos visíveis, o i8 consegue andar até 53 km no modo elétrico puro (carregando no botão eDrive); já o Coupé consegue um pouco mais, 55 km, porque é 60 kg mais leve. Os ganhos na performance são também de referir: graças a esta bateria, o motor elétrico ganhou 12 cv, perfazendo agora um máximo de 143 cv. Juntando-lhe os 231 cv do motor a gasolina, o novo i8 debita uma potência combinada de 374 cv.As performances são de desportivo: 4,4 segundos dos zero aos 100 (4,6 no descapotável) e 250 km/h de velocidade máxima eletronicamente limitada.O novo i8 anuncia agora uma média de 1,8 l/100 km no Coupé (contando com os 55 km iniciais de consumo zero) ou 2,0 l/100 km no Roadster.

DIFERENÇAS NOTADAS

As diferenças visuais do novo Coupé para o anterior resumem-se às novas jantes opcionais de 20 polegadas, uma nova entrada de ar sobre o capô da frente e a legenda “Coupe” aplicada no pilar C. Já o Roadster dá a conhecer uma capota que abre de forma automática em 15 segundos, mesmo em andamento até aos 50 km/h, e que tem a vantagem de ser feita de material têxtil para se dobrar melhor em harmónio por detrás do habitáculo. É por isto que o Roadster perde os dois pequenos lugares traseiros que o Coupé preserva, tendo, em vez disso, alguns compartimentos atrás dos bancos para guardar cerca de 100 litros de volumes.

OUTROS ATRATIVOS

Mas não foi só graças aos novos modelos que a BMW superou as expetativas em Palma de Maiorca. Numa conjugação perfeita entre sol e mar, a fantástica experiência de condução deste modelo desportivo do futuro ganhou outro encanto com a equipa de skippers da Malizia YC Monaco, em especial Boris Herrmann e o príncipe Pierre Casiraghi, que nos proporcionaram uma fantástica viagem a bordo dos seus catamarans. A adrenalina marcou presença durante toda a viagem.



Categoria: Motores

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image