NEGÓCIOS DA CHINA

12 de Dezembro de 2016

5-negocios-da-chinaAnabela Campos e Isabel Vicente

Oficina do Livro

E agora, para onde caminha Portugal? Fica a questão, depois de, nos longos e difíceis anos da troika, Portugal ter vendido as empresas de bandeira e boa parte das grandes sociedades nacionais terem sido compradas por capital estrangeiro, à partida menos sensíveis ao futuro da economia portuguesa. Um cenário que chega até nós enquadrado numa infeliz tempestade perfeita em que desaparece do mapa o grupo empresarial mais influente da sociedade portuguesa, o Grupo Espírito Santo, um universo de 400 empresas, arrastando consigo a majestática Portugal Telecom e muitas outras sociedades com menos visibilidade mediática. Não há capital em Portugal e os empresários estão falidos. Por isso, a alternativa, quando a venda se impõe, é procurar interessados no exterior.

 



Categoria: Livros

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image