PALÁCIO ESTORIL HOTEL

7 de Novembro de 2012

 

UMA VIAGEM NA HISTÓRIA CINEMATOGRÁFICA

 

O Palácio Estoril Hotel faz parte da história da saga James Bond – que este ano celebra o seu 50.º aniversário – por ter sido um dos cenários escolhidos para o sexto filme do famoso agente secreto, estreado em 1969, com o título 007 – Ao Serviço de Sua Majestade. A película rodada neste emblemático hotel teve George Lazenby e Diana Rigg como protagonistas.

 

Composta por 23 filmes, a saga “007” desenrola-se em alguns dos locais mais paradisíacos e fascinantes do mundo. Entre eles encontram-se a praia do Guincho e o hotel Palácio Estoril, dois dos cenários da longa-metragem On Her Majesty’s Secret Service (007 – Ao serviço de Sua Majestade), de 1969, no qual James Bond – um dos agentes secretos mais conhecidos da história do cinema – é interpretado pelo ator australiano George Lazenby. Ao serviço de Sua Majestade e a viajar pela magnífica costa portuguesa, James Bond é ultrapassado por uma mulher num Mercury Cougar. Na praia do Guincho, situada em Cascais, o agente secreto evita que a misteriosa mulher cometa o suicídio. Mais tarde, no casino do hotel, 007 reencontra aquela que viria a ser a sua mulher: Teresa “Tracy” di Vincezo. Aqui tem início mais uma aventura deste espião que realmente nos prende ao ecrã. Construído nos anos 30, o hotel Palácio Estoril acolheu durante a Segunda Guerra Mundial, devido à neutralidade de Portugal no conflito, vários espiões britânicos e alemães. As histórias de intriga e espionagem inspiraram famosos romancistas e cineastas, tornando, assim, o hotel num local de referência.

 

Bunker de luxo

Com uma localização privilegiada, no coração do Estoril, e a apenas 20 minutos de Lisboa, esta unidade é reconhecida pelo seu esplendor, elegância, conforto e hospitalidade. Pela sua excelência, acolheu inúmeras figuras públicas internacionais, desde estrelas de cinema, chefes de Estado, personalidades do desporto. De entre os nomes mais sonantes, destaque para Gina Lollobrigida, Joan Baez, Grace Kelly, o príncipe Rainier, a princesa Ira de Furstemberg ou Antoine Saint-Exupéry.

O Palácio Estoril foi também a segunda casa das famílias reais espanhola, italiana, francesa, búlgara e romena e, ainda hoje, continua a ser o local de eleição dos seus descendentes. Em sua homenagem existe, desde fevereiro de 2011, a Galeria Real, onde é possível admirar parte do espólio fotográfico desta unidade de luxo. São imagens únicas de membros da realeza de todo o mundo, que marcam momentos na História. Pela sua importância, a Galeria Real é hoje também um dos polos de atração turística do Estoril.

 

Imponência sofisticada

Situado ao lado das Termas do Estoril, o hotel foi projetado no início do século XX, pelo arquiteto francês Henry Martinet – segundo a traça das linhas art déco –, e decorado por Lucien Donnattao ao jeito de outros lugares de culto europeus, como Biarritz. A sua história confunde realidade com ficção, uma vez que atravessou uma guerra mundial e uma revolução nacional, foi palco de momentos altos em épocas áureas, albergou espiões e serviu de refúgio aos maiores líderes europeus em épocas de crise. Alguns conhecidos agentes secretos aliados e alemães tramaram, durante anos, manobras de espionagem, apenas deixando transparecer o seu estado de espírito quando, ocasionalmente, encomendavam o champanhe mais caro do hotel. Este champagne news service antecipava as informações das próprias agências noticiosas. De referir, contudo, que nessas décadas de ouro o Estoril não atraía só espiões, pois o clima ameno, as praias de águas tranquilas, as boutiques, as esplanadas e o Casino Estoril chamavam também as elites europeias endinheiradas, que chegavam à vila através do mítico comboio Sud-Express, que à data fazia a ligação entre Paris e a estância balnear portuguesa.

 

Ambiente exclusivo

O Palácio Estoril dos dias de hoje mantém muitas das características desse período. O ambiente exclusivo que se faz sentir inspira todos aqueles que ali entram, desde a sua impressionante fachada integralmente branca e belíssimos jardins, até à sua decoração clássica, atualizada no decorrer do tempo. No que toca a acomodações, os 161 quartos, que incluem 32 luxuosas suítes, primam pela elegância e pelo conforto. As suítes dispõem de uma espaçosa sala de estar, com vistas magníficas sobre o Estoril e a baía de Cascais. No interior, os detalhes marcam a diferença, com a decoração e o mobiliário escolhidos a preceito (…).



Categoria: Hotéis - Check-in

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image