LONDRES

12 de Dezembro de 2016

naom_582dfb751b58aDESBRAVAR CAMINHO

Em visita oficial de trabalho a Londres, o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, levou na agenda encontros com empresários e banqueiros, com a primeira-ministra britânica, Theresa May, bem como com elementos da comunidade portuguesa no Reino Unido. O Presidente da República teve ainda a honra de ser recebido pela rainha Isabel II.

Marcelo Rebelo de Sousa deslocou-se a Londres para uma viagem oficial de trabalho.  O programa teve início na City, a área onde estão concentradas as sedes dos grandes bancos e instituições financeiras, britânicos e internacionais, com um almoço oferecido pelo recém-indigitado Lord Mayor, Andrew Parmley. O Lord Mayor é o representante oficial da City of London, um bairro essencialmente de negócios, com um estatuto especial na estrutura administrativa da capital britânica. O almoço com potenciais investidores teve como principal objetivo o interesse do Presidente da República em promover as relações económicas entre os dois países. Marcelo Rebelo de Sousa fez-se acompanhar pelo ministro das Finanças, Mário Centeno. De referir que o Reino Unido é o quarto maior destino das exportações portuguesas, com destaque para os componentes de automóveis, metais, vestuário e bens alimentares, contribuindo para um saldo excedentário da balança comercial favorável a Portugal. À tarde, Marcelo Rebelo de Sousa foi recebido por Theresa May, na residência oficial da primeira-ministra, em Downing Street, para uma reunião de trabalho. O final do primeiro dia da visita foi dedicado à comunidade portuguesa no Reino Unido, primeiro com um encontro na Embaixada de Portugal, em Londres, com um grupo de representantes de associações, e depois com uma receção alargada a mais elementos da comunidade, que nos últimos anos cresceu consideravelmente. Além do ministro das Finanças, na comitiva presidencial viajaram a secretária de Estado dos Assuntos Europeus, Margarida Marques, e o secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro.

O dia seguintejc1973568ba2

No segundo e último dia desta visita, o Presidente da República visitou o estúdio de trabalho da artista Paula Rego e foi recebido pela chefe de Estado britânica, a rainha Isabel II. Paula Rego, de 81 anos, reside em Londres, onde chegou aos 17 anos para estudar na Slade School of Art. Em 2010, foi distinguida pela rainha Isabel II com o grau de Oficial da Ordem do Império, pela sua contribuição para as artes. Na visita guiada que o Presidente da República realizou ao ateliê da artista, Marcelo Rebelo de Sousa realçou a importância do contributo de Paula Rego para a cultura portuguesa. “Em Portugal as pessoas gostam muito de si. São muito gratas porque quando se fala de Portugal no mundo o nome que vem logo à cabeça é o seu”, disse. Durante cerca de trinta minutos, os dois conversaram sobre as obras da artista e memórias de infância comuns. Marcelo não escondeu a profunda admiração por uma mulher que muito continua a dar à cultura nacional.

ng7878169Encontro importante

A visita do chefe de Estado português a Londres terminou com um encontro pessoal no Palácio de Buckingham com a monarca britânica. A audiência privada com Isabel II foi o ponto alto da visita oficial de Marcelo a Londres. Em conversa com a rainha, o Presidente da República teve a oportunidade de partilhar a sua experiência durante as duas visitas oficiais de Isabel II a Portugal, em 1957 e 1985. A troca de palavras entre ambos foi registada em vídeo e disponibilizada pela Presidência da República. De acordo com o Presidente da República, a decisão dos britânicos de sair do grupo dos 28 acabou por trazer ainda maior relevância à viagem. O Presidente afirmou estar convencido de que, apesar das dificuldades que se avizinham, a “relação intensa” entre Portugal e o Reino Unido “vai sobreviver” e realçou que é igualmente importante que, “ao mesmo tempo, a Europa se reforce”.



Categoria: Grande Angular

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image