PERFUMES

6 de Dezembro de 2011

CHEIRA BEM, CHEIRA A LUXO

Um mundo de lembranças que nos chega pelo olfacto quando inspiramos aquele cheiro delicioso do perfume que nos atrai e nos seduz. Um mundo de paixões que nos deixa loucos quando recordamos os momentos que vivemos com aquele odor a entrar pelas narinas.

 Há fragrâncias de sonho que percorrem as nossas vidas e deixam marcas na nossa história, desde o cheiro intenso do bolo da avó durante a nossa infância, o odor a mar daquele local onde passávamos férias com os nossos amigos ou o perfume adocicado do primeiro amor. O olfacto é um dos cinco sentidos que possuímos e um dos que nos traz mais recordações do passado. E porque todos gostamos dos bons cheiros e são esses que recordamos melhor, a indústria dos perfumes investe milhões de euros todos os anos na descoberta de novas fragrâncias ou na preservação da receita de um aroma que conquistou milhares de mulheres pelo mundo inteiro e se tornou a sua imagem de marca. Sim, porque o perfume que cada uma usa é também o seu bilhete de identidade na prateleira dos sentidos e, por isso mesmo, muitas mulheres nunca o mudam, nem mesmo que estejamos a falar de um dos perfumes mais caros do planeta: o Imperial Majesty da fragrância de Clive Christian N.º 1 for Women, que era usado por Katie Holmes quando aceitou o pedido de casamento de Tom Cruise. Um pequenino frasco desta essência dos deuses, com notas de cardamo, bergamota, jasmim da Índia, baunilha e sândalo, custa cerca de 130 mil euros e está à venda apenas na Saks Fith Avenue sob encomenda. O frasco é em cristal Baccarat, decorado com diamantes brancos incrustados e ouro de 18 quilates. Para carteiras mais modestas, os armazéns nova-iorquinos dispõem de um frasco de 29 ml em forma de vaporizador por 2350 dólares, ou outro de 49 ml, onde o perfume está menos concentrado e custa apenas 865 dólares. E porque os homens querem cada vez mais disputar com as mulheres o mercado do luxo, existe também uma versão masculina, composta à base de sândalo da Índia com mais de 50 anos. Embora, o verdadeiro Clive Christian para homem seja o “X”, com o aroma da verdadeira masculinidade por 525 euros. O Clive Christian N.º 1, na sua versão original, é também uma preciosidade, sendo produzidos apenas mil frascos. O perfume é todo feito à mão, em cristal Baccarat, também com um anel de ouro de 18 quilates e um diamante de cinco quilates na tampa. Na sua fragrância, destacam-se notas de ylang-ylang de Madagáscar, baunilha, orris, gum resins naturais, sândalo e bergamota. Um frasco custa 1650 euros.

Até aos mil euros

Na galeria dos perfumes mais caros do mundo, destacamos outros como o JAR Parfums Bolt of Lightning, do joalheiro Joel A. Rosenthal. O frasco é uma criação sua e o preço atinge os 580 euros. Com notas de rosa e jasmim, o Jean Patou’s Joy é uma essência floral intensa da casa criada por Jean Patou no início do século XX e custa 600 euros. Num frasco com design apelativo, a fazer lembrar uma velha lamparina, feito em cristal Lalique, o Chaminé Parfums’ Shalini é uma edição limitada disponível apenas na Bergdorf Goodman por 690 euros. Criado em 1994, o Bvlgari pour Femme é uma fragrância dos nossos tempos, com muitos odores fl orais à mistura, por 560 euros. (…)



Categoria: Extravagâncias

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image