EXPRESSO DO ORIENTE

6 de Abril de 2016

VSOE-EXT-PLA-07COMPOSIÇÃO HISTÓRICA

A composição histórica do Expresso do Oriente proporciona viagens inesquecíveis. O comboio faz um itinerário parecido com o do trajeto original entre Paris e Istambul, deslumbrando todos os viajantes.

Em 1883, a nata da sociedade descobriu o prazer de viajar sobre os carris sem abdicar, contudo, das mordomias dos melhores hotéis de cinco estrelas do mundo. Nascia, assim, o Expresso do Oriente, que ligava Paris a Istambul. Em pleno século XXI, a experiência continua disponível. A viagem entre Paris e Istambul (na altura ainda chamada de Constantinopla) demorava 80 horas no luxo das carruagens-cama da Compagnie Internationale des Wagons-Lits, que circularam pela primeira vez a 4 de outubro de 1883. Nos primeiros anos, a viagem era de comboio e barco – ainda não havia a ponte sobre o Danúbio, na Roménia, nem era possível chegar por carris à bela cidade turca, porta de entrada da Ásia. O Expresso do Oriente ganhou rapidamente fama, transportando a nata da sociedade. O “verdadeiro” Expresso do Oriente fez a última viagem a 12 de dezembro de 2009, entre Estrasburgo e Viena, após cortes sucessivos ao longo dos anos. Mas o glamour não foi esquecido, já que desde 1983 que nos carris corre o Venice Simplon-Orient-Express. James Sherwood adquiriu, em 1977, num leilão da Sotheby’s em Monte Carlo, algumas das antigas carruagens das décadas de 1920 e 1930. O empresário recuperou-as e voltou a proporcionar o glamour na rota Paris-Veneza. Hoje, tudo está diferente, mas a experiência de uma viagem inesquecível, como esta, mantém-se.

Uma rota inesquecívelVSOE-ACC-CAB-27

Entre Paris e Istambul, a viagem é de oito dias. A partida é feita de avião a partir de Lisboa até Paris. O Venice Simplon-Orient-Express parte da Gare de l’Est em direção a Budapeste, onde pode pernoitar-se em hotel. Em cada uma das viagens é possível recuar no tempo e desfrutar do conforto de antigamente, nas mesmas carruagens com painéis de madeira, trabalhos em cristal de Lalique e um restaurante com comida confecionada por chefs franceses. Um mordomo está à disposição de todos os passageiros, numa viagem que pode custar mais de 6 mil euros. Neste caso, não é o destino que importa nem o tempo que lá demoramos a chegar, mas a forma como chegamos.

Cabinas disponíveis

Dentro do comboio é possível optar entre dois tipos de cabinas distintas: cabina dupla e cabina suíte dupla. Os viajantes que optarem pelas cabinas duplas descobrirão, durante a noite, um confortável quarto com uma cama alta e uma baixa. Durante o dia, para oferecer o melhor aos ocupantes, o espaço transforma-se numa sala de estar aconchegante com um sofá, um banco, uma pequena mesa, lavabo com água quente e fria, espelho, toalha, um pequeno armário, além de amenities exclusivos. A cabina suíte dupla oferece dois espaços interligados por uma porta interior. É possível transformar um dos espaços em quarto e o outro em sala de estar. Esta cabina conta com sofá (que durante a noite se transforma em cama) e com todo o equipamento existente nas cabinas duplas.



Categoria: Especial

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image