DIANA KRALL

9 de Outubro de 2015

12UMA NOITE ESPECIAL

Num concerto integrado na digressão mundial de Wallflower, o novo disco, o Meo Arena recebeu Diana Krall, que levou a palco temas do passado, canções do mais recente registo discográfico e outras que vão fazer parte de uma reedição prevista para breve.

São 20 os anos de carreira da pianista e cantora Diana Krall, a canadiana que é um dos nomes maiores do jazz no feminino dos nossos dias. Quinze milhões de discos vendidos, cinco Grammys e um estatuto que lhe dá o direito (por mérito próprio) de fazer o que bem lhe apetecer levaram Diana Krall ao novo disco, Wallflower, onde revisita temas que marcaram a sua adolescência, todos eles das áreas da pop e da folk, e aos quais deu aquele toque jazzy que tão bem a caracteriza. Editado no início deste ano, depois de vários adiamentos devidos a motivos de saúde, Wallflower (com o título baseado num tema de Bob Dylan) leva-nos, através de versões, aos gostos pessoais de uma cantora e pianista de jazz. Mas como se os 12 temas da edição inicial de Wallflower não bastassem, Diana Krall vai reeditar muito em breve este CD com a mais-valia de dois temas gravados “ao vivo” em Paris (durante a presente digressão) e quatro novas canções: “A Case Of You” (de Joni Mitchell), “If You Could Read My Mind” (de Gordon Lightfoot), “Everybody’s Talkin’” (original de Fred Neil em 1966, mais tarde cantado por Harry Nilsson e parte da BSO do filme O Cowboy da Meia-Noite) e, ainda, “Heart Of Gold” (de Neil Young). No Meo Arena, os muitos fãs puderam desfrutar de um alinhamento espantoso, numa noite que ficará para sempre gravada nas suas memórias.



Categoria: Especial

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image