CONCORSO D’ELEGANZA VILLA D’ESTE

8 de Junho de 2016

21_05_Jury_Cars_PB__3045MÍSTICA DOS AUTOMÓVEIS HISTÓRICOS

Organizado pelo BMW Group e pelo hotel Villa d’Este, o Concorso d’Eleganza Villa d’Este, um dos mais icónicos concursos de automóveis e motociclos clássicos e vintage, teve lugar, uma vez mais, nas margens do lago Como, com o hotel e Villa Erba como pano de fundo. Nós estivemos presentes e ficámos realmente rendidos.

O Concorso d’Eleganza Villa d’Este é talvez o mais significativo de todos os eventos que comemoram a mística dos automóveis históricos. É, sem dúvida, o evento mais tradicional e foi realizado pela primeira vez em 1929, com o objetivo de apresentar algumas das mais entusiasmantes criações da indústria automóvel ainda embrionária de então. Foi, no entanto, como tantos outros eventos da primeira metade do século XX, afetado pelo conflito que atirou a Europa e o mundo para uma guerra. Assim, a última versão do concurso, baseada no conceito original, decorreu em 1949, ano em que foram apresentadas, nas margens do Como, algumas das novas versões e tendências automobilísticas pós-guerra, fruto de uma indústria que se estava a recompor das consequências do conflito. No ano seguinte, o evento não voltaria, tendo sido esquecido por longas décadas até que, já nos anos 1980, foi retomado como uma montra de raridades e automóveis clássicos. Mais recentemente, no final dos anos 1990, o BMW Group assumiu a organização e juntou ao glamour – elemento indissociável a este evento – um toque de modernidade e suspense, unindo passado e futuro, ao criar uma montra para apresentação de protótipos futuristas. O Concorso d’Eleganza Villa d’Este distingue-se pela beleza do cenário envolvente, pela hospitalidade impecável, pela organização eficiente, pelo programa no hotel Villa d’Este e em Villa Erba e por uma plateia entusiasta. De destacar também a elegância, originalidade e o estado de conservação dos automóveis que participam no evento. Os automóveis são agrupados em oito categorias diferentes, e um painel exclusivo de especialistas liderado pelo presidente Lorenzo Ramaciotti avalia os veículos a selecionar, para assim se encontrar o que será distinguido com o Best of Show, o troféu atribuído pelo BMW Group. As categorias deste ano foram: “Daring to be different – Designs that pushed the envelope”; “Sur mesure et haute couture – One-offs for the connoisseur”; “Pre-war decadence – Flights of automotive fantasy”; Pre-war supercars – The fast and the flamboyant”; Cars of the stars – From the silver screen to the studio lot e Rally cars – Heroes of the special stage 1955-1985”. Foram ainda adicionadas mais duas categorias: “GT Man is back – The golden era of sportscar design, 1950-1975” e “Driven by excess – Cars of the Studio 54 era, 1975-1986”. Nós chegámos ao evento de lancha rápida, recordando a elegância e o glamour italianos. À chegada fomos recebidos com uma flûte de champanhe Pommery, que, aliás, foi servido durante todos os dias do evento.

Encontro exclusivo21.5.2016_Coppa_d_Oro_GM_6855

De facto, o Concorso d’Eleganza Villa d’Este é um marco inamovível das agendas dos aficionados do automobilismo, já que é um dos eventos mais exclusivos da especialidade. Na edição deste ano, o mote foi “Back to the Future – A Viagem continua” e pretendeu-se estabelecer uma ligação entre os anos iniciais do evento e o presente. Falando dos vencedores, foi curiosamente um carro da categoria “Petite Performance” que recebeu o Troféu Grupo BMW para o melhor carro do festival. Nomeado pelo júri no Concorso d’Ele- ganza Villa d’Este 2016, o Maserati A6 GCS Berlinetta Pinin Farina de 1954, que foi exibido no Salão Automóvel de Paris daquele ano, foi o vencedor. O automóvel, que pertence atualmente a um proprietário monegasco, utiliza um motor de seis cilindros em linha com 1988 cc. Para poder concorrer, cada proprietário paga 7 mil euros só para inscrever o seu automóvel no concurso, isto depois de o mesmo ter sido aceite pelo comité organizador, que seleciona cerca de meia centena de obras-primas da indústria automóvel entre as largas centenas que pretendem chegar a esta “finalíssima”. O evento deste ano incluiu também uma exibição e concurso dedicados às motas históricas, assim como uma vertente voltada para o futuro, onde alguns dos mais modernos e recentes concepts e protótipos foram exibidos e vistos, numa ocasião irrepetível, em conjunto, ao ar livre e, em muitos casos, em andamento pelos próprios meios. O vencedor nesta categoria, por decisão do público, foi o Alfa Romeo, Disco Volante by Touring, Touring, 2016, Touring Superleggera, I. Na presente edição foram a concurso 52 automóveis e 30 motociclos. Nas motas, o prémio Best of Show foi para a Grindlay-Peerless 100, England.

21_05_Jury_Cars_PB__2871Prémio ambicionado

Pelo quinto ano consecutivo, coube à marca de relógios A. Lange & Söhne oferecer ao vencedor um exemplar único do LANGE 1 TIME ZONE Como Edition. Um modelo personalizado com duas características especiais: a Hora Central Europeia no anel giratório das cidades não é representada por Berlim, como é habitual, mas por Como, em tributo ao local do evento; em relevo está a gravação “CONCORSO D’ELEGANZA VILLA D’ESTE” com a insígnia da prova e duas datas, a do concurso original, em 1929, e a do ano em questão.

Homenagem merecida: BMW 2002 Hommage22_05_Villa_dEste_Gala_BL70300_01

A BMW deu a conhecer o BMW 2002 Hommage, no Concorso d’Eleganza Villa d’Este. Este concept foi pensado e projetado para homenagear os 50 anos do BMW 2002 Turbo, descrito pela marca como o state-of-art do design desportivo da época. A marca bávara não revelou quaisquer detalhes acerca da motorização do modelo, por isso acredita-se que mantenha a mesma ficha técnica que o BMW M2. O BMW 2002 Hommage consegue aliar na perfeição o passado e o futuro da marca. Como tal, não poderiam faltar no modelo de homenagem as faixas azuis e vermelhas, que caracterizam a divisão “M”, a inscrição invertida da palavra “turbo” na dianteira e o emblemático “nariz de tubarão”.

BMW R 5 Hommage: modelo especial

Há 80 anos atrás, a BMW apresentou, ao público internacional, a BMW R 5, um novo modelo que deu a conhecer um desenvolvimento tecnológico emocionante que veio influenciar a construção das motas até à década de 1950. Para assinalar o 80.º aniversário da BMW R 5, a BMW Motorrad deu a conhecer no Concorso d’ Eleganza Villa d’Este 2016 um modelo especial: o BMW R 5 Hommage. O mentor deste extraordinário projeto foi Ola Stenegard, responsável máximo na área de design da Motorrad.  A construção ficou a cargo de Sebastian Gutsch, Ronna Nóren e Benna Nóren. A mota tem um aspeto muito similar ao original, mas acrescenta elementos modernos, como uma confortável suspensão traseira e um novo garfo dianteiro. O motor é um R 5 original, restaurado para atingir a glória, e emparelhado com um compressor e um escape em aço inoxidável feito sob encomenda. A mota é finalizada com um tanque em aço martelado à mão, um banco em couro costurado à mão e um guiador personalizado. Um enorme tributo a uma grande moto. Foi assim ressuscitada a histórica R5!



Categoria: Especial

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image