TECNOVISÃO

6 de Abril de 2016

PRODUÄÂES CONSEGUIDASSERVIÇOS DE QUALIDADE

A Tecnovisão é uma microempresa com 20 anos de atividade na área audiovisual. Atualmente, com Cremilde Batista como CEO, esta empresa mantém, em primeira linha, uma qualidade inalterável na prestação de serviços aos seus clientes.

Para a Tecnovisão estes 20 anos de atividade representam um marco muito importante pois, partindo do nada, a empresa foi crescendo a par com o desenvolvimento das técnicas audiovisuais mais atuais e com a exigência dos seus clientes. Hoje, a Tecnovisão é uma empresa estruturada, com bases sólidas que, como muitas outras, sobreviveu a vários anos de instabilidade económica em que teve a capacidade de se ajustar a essa realidade, sendo inovadora, criativa e seguindo as necessidades dos seus clientes.

The best team

Na sua equipa pequena, todos os elementos são fundamentais para realizar o projeto que o cliente idealiza, tarefa que nem sempre é fácil, mas que é alcançada com a interajuda de todos. Com a situação económica a estabilizar, com a internacionalização do país, com uma exigência cada vez maior por parte dos clientes, com o desenvolvimento dos equipamentos atuais, a diversidade de serviços prestados pela empresa e o investimento e desenvolvimento de áreas-chave concederam-lhe uma base sólida para a continuidade do trabalho e a satisfação dos clientes. Enquanto há 20 anos atrás uma empresa de audiovisuais tinha o seu foco de negócio no aluguer de equipamentos (som, projeção, luz), hoje, o leque de serviços prestados não se fica por aí e, por isso mesmo, a Tecnovisão alargou a sua atuação, no sentido de oferecer ao cliente uma solução para todo e qualquer evento que este pretenda realizar. Os serviços que disponibiliza passam ainda pelo aconselhamento e inovação das técnicas usadas com base nos espaços escolhidos, pela apresentação de um projeto em que é simulado todo o aspeto visual do evento, apresentando soluções arrojadas de cenários, de decoração dos espaços, de criação de locais de reunião dentro de espaços impessoais. Os eventos produzidos são feitos à medida de cada cliente. Por tudo isto, e tal como revela Cremilde Batista, diretora da Tecnovisão – Produção de Audiovisuais, a empresa conta com “um leque de clientes muito diversificado”, do qual se destacam entidades da área da Saúde, do corporate, vários ministérios do Estado e empresas das mais diversificadas áreas.

Área comercial2VRT 2015

Havendo, atualmente, no nosso país um número imenso de empresas neste segmento, a Tecnovisão é diariamente confrontada com uma luta sem regras a nível comercial, o que leva a uma variabilidade de preços pelo “mesmo serviço” muito grande. “Sendo a Tecnovisão uma microempresa, será muito importante manter o desenvolvimento das áreas em que se tem vindo a destacar, mantendo, paralelamente, algumas parcerias em áreas que outras empresas têm mais desenvolvidas, encontrando assim uma forma de prestar ao cliente um serviço completo”, refere Cremilde Batista.

Bet in the future

A inovação nesta área é, para Cremilde Batista, “a grande aposta no futuro”, por isso, a Tecnovisão está numa fase de mudança, de restruturação da empresa e de criação de novas áreas de trabalho. “Apostamos nas tecnologias mais recentes com especialização em áreas chave”, afirma a CEO. O objetivo é oferecer ao cliente uma proposta completa, com opções simuladas que permitam uma valorização importante do seu evento através dos meios técnicos e cenários propostos. “Portugal precisa que as suas empresas se desenvolvam, cresçam, se renovem e se tornem mais competitivas, sendo cada vez mais empreendedoras. Desta forma vão poder apostar na sua internacionalização”, conclui Cremilde Batista.

 

foto minhaCremilde Batista

Formou-se em Ciências da Saúde, em 1984, pela Escola Superior de Tecnologias da Saúde de Coimbra. Trabalhou em Cardiologia de Intervenção no Hospital de Sta. Cruz até 2006. Terminou, em 2004, o curso de Gestão dos Serviços de Saúde pela Faculdade de Medicina de Lisboa. Sócia da empresa Tecnovisão, Produção de Audiovisuais desde a sua abertura, em 1994, onde exerceu funções de gestão em paralelo com a sua profissão base. Em Janeiro de 2006 passou a exercer a sua atividade em exclusivo como gestora da Tecnovisão e, em 2014, adquiriu a totalidade das quotas, mantendo a gestão da empresa.



Categoria: Empresa

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image