EVENTOS EM CASCAIS

8 de Fevereiro de 2018

 

EVENTOS EM CASCAIS

grandes eventos de Cascais, para o ano de 2018, foram apresentados na tradicional Press Preview, que decorreu nas futuras instalações da Nova School of Business (SBE) em Carcavelos.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Cascais, Miguel Pinto Luz, fez as honras da casa e durante a sua apresentação elencou os grandes eventos previstos para o concelho, dos quais se salientam a Capital Europeia da Juventude, o Congresso das Cidades Educadoras, a conferência “Portugal Talks”, a Assembleia Geral da UCCLA, os projetos da “Singularity University” ou o Fórum Euroafricano. Miguel Pinto Luz deu a conhecer, de forma mais aprofundada, aos jornalistas e convidados, alguns dos eventos previstos para este ano e debruçou-se sobre o impacto que a Nova SBE vai ter no concelho, a par de outros investimentos como a requalificação do espaço Legrand, ou a nova faculdade de Medicina da Universidade Católica. O autarca salientou ainda a inauguração, na primavera, do novo Museu de Arte Urbana Contemporânea MARCC, na Marina de Cascais; a concentração, em outubro, de vários eventos ligados ao desporto automóvel e motociclismo, no Estoril Classic; o Estoril Open; o CSI; o Ibercup ou o Ironman, para além dos eventos musicais e desportivos habituais. Miguel Pinto Luz referiu, ainda, que para Cascais é uma “obrigação moral, de ética e de civilização continuar a colocar na agenda as grandes temáticas importantes para todos”, por isso, em substituição das “Conferências do Estoril”, que este ano não acontecerão, terão lugar as “Portugal Talks”, as novas conferências que analisarão a abstenção e a reforma do sistema político.Tal como referiu o autarca, Cascais “lidera na democracia participativa, na vontade de preencher o vazio que existe entre os eleitores e os eleitos”, sendo que conta com o maior Orçamento Participativo da Europa.

Estratégia com Sustentação

Durante a sua intervenção, o presidente da Câmara Municipal, Carlos Carreiras, falou sobre a estratégia com sustentação seguida pelo executivo, que assenta em sete pilares até 2025: qualidade, demo- cratização e acesso à saúde, educação e a atração de talento, emprego, economia e inovação, cultura e o destino cosmopolita de Cascais, mobilidade e ambiente. Carlos Carreiras falou sobre coesão social e sobre a necessidade da devolução do poder democrático aos cidadãos, através de vários instrumentos, como o Orçamento Participativo e a colocação da Câmara ao serviço dos munícipes, melhorando a qualidade da democracia representativa. “Temos um plano de investimento que já garantiu 5 mil novos postos de trabalho”, afirmou o presidente. Carlos Carreiras referiu ainda não ter dúvidas de que, nos próximos oito anos, “os investimentos vão superar os mil milhões de euros” e terão um efeito “impactante” no concelho. Cascais é uma Smart City, e essa particularidade de colocar a tecnologia ao serviço do munícipe foi sublinhada por ambos os autarcas durante a cerimónia. A autarquia mostra-se confiante nos resultados do seu calendário de eventos que, em 2017, mobilizaram quase 1,3 milhões de pessoas, através de um investimento de 8 milhões de euros, que tiveram um retorno para a economia local de 385 milhões de euros.



Categoria: Em Destaque

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image