CAFÉS HISTÓRICOS

27 de Outubro de 2010

O SABOR ÚNICO DO CAFÉ

Locais históricos, pontos de encontro da cultura e das artes, espaços únicos para relaxar e conversar. Por toda a Europa serpenteiam cafés históricos, verdadeiros ex-líbris das capitais, que deliciam visitantes e habitantes locais.

Quantas vezes já lhe serviram um líquido escuro, de sabor duvidoso, pomposamente apelidado de café? Quando viajamos, para nós portugueses esta é, na maior parte das vezes, a maior dor de cabeça e fazemos longas travessias, calcorreamos quilómetros, muitas vezes somente à procura de uma bebida quente que se assemelhe, ainda que muito ligeiramente, a este elixir dos deuses.  Para os portugueses, café é expresso, curto ou cheio, pingado ou simples, com um agradável travo doce ou amargo, conforme os gostos. A bica é tradicionalmente um hábito luso e é por isso que quando encontramos um sítio onde o café tem um gosto que nos agrada, a viagem começa a correr mil vezes melhor.  Para que nunca se sinta perdido num território onde não compreendem a sua necessidade absoluta por um café, deixamos-lhe aqui algumas propostas agradáveis. Cafés famosos em algumas das mais bonitas cidades do mundo, para beber um expresso, um macchiato ou simplesmente aproveitar o local em si.

 

No sonho do Casanova

É certo que um simples café expresso custa qualquer coisa como cinco euros. Mas o requinte do café Florian, em plena Praça de São Marcos, em Veneza, vale cada cêntimo gasto. Com a decoração em talha dourada, cheia de espelhos, e os mordomos vestidos a rigor, entrar neste espaço construído em 1720 é o mesmo que fazer uma viagem ao tempo dos bailes de máscaras venezianas e dos encontros secretos do famoso Casanova. Se tiver fome, tempo e dinheiro, não deixe de desfrutar do delicioso pequeno-almoço preparado com uma cascata de frutos, chocolate e café. Um manjar dos deuses. (…)



Categoria: Em Destaque

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image