VOLVO OCEAN RACE

10 de Março de 2015

Volvo Ocean Race 2015_Ainhoa Sanchez_Volvo Ocean Race (2)A MAIOR REGATA À VOLTA DO MUNDO

A Volvo Ocean Race, a maior regata à volta do mundo e um dos três maiores eventos náuticos mundiais, chega a Lisboa entre os dias 25 de maio e 7 de junho. A Doca de Pedrouços vai transformar-se num dos hot spots da cidade.

A passagem da Volvo Ocean Race por Lisboa em 2015 representa um investimento conjunto de cerca de 4 milhões de euros da Urban Wind, empresa responsável pela organização do evento, da Câmara Municipal de Lisboa e da Associação do Porto de Lisboa. Durante os 14 dias de stopover em Lisboa, os portugueses terão à sua disposição 57 mil metros quadrados de recinto onde poderão, de forma totalmente gratuita, contactar diretamente com as sete equipas e respetivos barcos, assistir a concertos ou visitar as diferentes exposições, feiras e atividades, tudo subordinado ao tema do mar. A edição de 2014/2015 da Volvo Ocean Race teve início a 11 de outubro de 2014, em Alicante, e termina a 27 de junho de 2015 em Gotemburgo, na Suíça, colocando à prova sete equipas que percorrem 38.739 milhas náuticas à volta do mundo, superando nove etapas e passando por 10 portos diferentes: Alicante (Espanha), Cape Town (África do Sul), Abu Dhabi (EAU), Sanya (China), Auckland (Nova Zelândia), Itajaí (Brasil), Newport (Rhode Island, EUA), Lisboa (Portugal), Lorient (França) e Haia (Holanda).

 

Adrenalina e superaçãoVolvo Ocean Race 2015_Ainhoa Sanchez_Volvo Ocean Race_3

Desde a partida de Alicante em outubro de 2014, as equipas Dongfeng Race Team, Team SCA, Team Brunel, Team Alvimedica, Abu Dhabi Ocean Racing, Team Vestas Wind e Desafio MAPFRE já percorreram três continentes em condições extremas de sobrevivência: temperaturas insuportáveis, tempo hostil e difíceis condições de navegação, associadas a uma humidade constante, à privação de sono, à comunicação restrita com o mundo exterior e à elevada competitividade. A competição entre as equipas tem sido renhida e até ao momento já foram distinguidos três vencedores diferentes nas três etapas já disputadas. Este era um resultado expectável, já que a edição de 2014/2015 conta com uma novidade: os novos barcos Volvo Ocean 65 one-design. Projetados e construídos de forma idêntica para todas as equipas, até ao final da regata não podem ser feitas quaisquer alterações nos barcos. Esta medida, adotada pela primeira vez nesta edição e para a edição de 2017/2018, permite uma grande eficácia de custos (em cerca de menos 50%), sendo que cada barco Volvo Ocean 65 tem um custo de 5 milhões de euros. Por outro lado, permite um enfoque maior nas equipas, na sua performance e nas suas capacidades técnicas, tornando a regata mais interessante e mais competitiva. Lisboa receberá as equipas vindas do stopover de Newport e da sempre imprevisível travessia Atlântica. Lisboa é também o último stopover onde os barcos são retirados da água para manutenção, podendo ser observados, de perto, por todos os visitantes da Race Village da Volvo Ocean Race, proporcionando uma interação única e pouco comum neste tipo de eventos.



Categoria: Dossier

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image