SNS

4 de Outubro de 2017

UMA DATA A CELEBRAR

Nas celebrações do 38.º aniversário do SNS, a Direção-Geral da Saúde dedicou a data à promoção da atividade física nos sistemas de saúde, através da organização de um simpósio europeu, Exercise is Medicine.

A comemoração do 38.º aniversário do SNS esteve a cargo da Direção-Geral da Saúde, que organizou, através do Programa Nacional para a Promoção da Atividade Física e em parceria com a Faculdade de Motricidade Humana, o simpósio europeu Exercise is Medicine (atividade física é medicina), dedicado à promoção da atividade física nos sistemas de saúde. No futuro, os agrupamentos de centros de saúde poderão vir a acolher consultas especializadas de prescrição de exercício físico, tal como existem para a cessação tabágica ou para a diabetes. A ideia é possibilitar a prescrição e o acompanhamento individualizados e não um aconselhamento breve para a atividade física, algo que pode e deve ser feito pelo médico de família e por outros profissionais de saúde, tendo em atenção, particularmente, os casos de diabetes, problemas cardíacos e doença oncológica. Atendendo à importância da atividade física na saúde e no bem-estar, a Associação Nacional de Farmácias está a preparar um novo serviço, com fisiologistas do exercício, para a prescrição de exercício físico individualizada. Desta forma, reafirmou-se o compromisso do XXI Governo Constitucional com a promoção da saúde e a prevenção da doença, a par do acesso universal à saúde pública, da redução das desigualdades entre cidadãos e do reforço da eficiência e da qualidade dos serviços prestados.

 

Um bem maior

O dia do SNS, assinalado a 15 de setembro, evoca a criação deste bem maior. Com a criação do SNS, assegurou-se a todos os cidadãos o acesso universal e gratuito a cuidados de saúde. Hoje, passados quase 40 anos, é reconhecido, por todos, a posição de relevo assumida pelo país, no contexto internacional, designadamente pela acentuada diminuição das taxas de mortalidade e de morbilidade e pelo aumento da esperança e da qualidade de vida da população. O SNS envolve todos os cuidados integrados de saúde, compreendendo a promoção e vigilância da saúde, a prevenção da doença, o diagnóstico e tratamento dos doentes e a reabilitação médica e social. Ao direito à proteção da saúde assegurado pelo SNS corresponde o dever, que a todos incumbe, de a defender e promover, nos termos da Constituição.



Categoria: Dossier

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image