PADEL

10 de Março de 2015

IMG_1395MODALIDADE EM DESTAQUE

Jogado a pares e utilizando raquetes e bolas próprias, o padel está cada vez mais a tornar-se o desporto da moda. Em Portugal, depois de um início algo discreto, o crescimento nos últimos dois anos tem sido significativo, existindo cerca 3 mil jogadores e perto de 60 campos espalhados por todo o país.

O Padel é um desporto de raquete. O campo é retangular, totalmente fechado, tem 10 metros de largura por 20 de comprimento e uma rede no meio. Nos topos e em parte das laterais existe uma superfície em vidro ou em alvenaria. O chão do campo pode ser em relva sintética, alcatifa ou betão poroso, sendo que as duas primeiras opções são as mais habituais. É difícil encontrar um desporto de equipa que tenha tantos adeptos de ambos os sexos e com uma abrangência etária tão grande (dos 5/6 anos aos 80) e esta é, sem dúvida, uma das características mais interessantes desta modalidade, que muitas vezes é jogada em família. A facilidade de aprendizagem é outra das vantagens, sendo possível trocar bolas e disputar pontos desde a primeira experiência. Com o apoio de monitores especializados e jogando com alguma frequência, pode evoluir-se bastante e num curto espaço de tempo. Por tudo isto, o padel é um desporto divertido e muito social. Num nível competitivo, o padel é tão exigente fisicamente como outros desportos de raquete e tem uma grande complexidade tática e estratégica. É também importante realçar que a principal razão para o sucesso deste desporto é o facto de ser altamente “viciante”. A percentagem de jogadores que continua a jogar depois da primeira vez é muito alta, superando, provavelmente, os 80 a 90 por cento.

Como surgiu?IMG_6491

O Padel, em Portugal, surgiu com a vinda de uma empresa espanhola, a All Padel, que construiu o primeiro campo no Lisboa Racket Center na década de 1990. Infelizmente, e apesar dos esforços da All Padel, a modalidade não se desenvolveu como esperado e o padel era jogado apenas pela comunidade espanhola residente em Lisboa naquela altura. Nos finais dos anos 1990, o Padel começou a desenvolver-se com a construção de dois campos no Clube de Ténis de Vila Real de Santo António e, alguns anos depois, surgiram mais três campos na Quinta da Marinha. Com a construção destes campos nasceu então uma associação que começou a promover o desporto e que começou a organizar um circuito de torneios sociais e competitivos. Foi também nesta altura que Portugal começou a participar em todas as edições dos Campeonatos da Europa e Campeonatos do Mundo. Importante foi também a abertura de três campos no Clube de Ténis do Estoril, onde, em 2008, a Gesrackets, uma empresa de padel, conseguiu trazer a Portugal e organizar uma edição do Campeonato Europeu de Padel. Portugal alcançou a sua melhor classificação de sempre nesse campeonato, e conquistou um honroso 3.º lugar. Jogadores portugueses já participam nas provas do circuito WPT, e no último campeonato europeu de duplas, o par Vasco Pascoal e Miguel Oliveira chegou aos quartos de final, afirmando Portugal como um dos países a ter em conta no padel mundial.

IMG_1260Para praticar

De acordo com uma pesquisa recente, existem cerca de 60 campos em Portugal, localizados, essencialmente, em clubes de ténis, hotéis e resorts, ou em condomínios privados. Na Grande Lisboa existem cerca de 15 campos, quase todos em clubes de ténis. No Grande Porto existem, atualmente, três campos, estando prevista a construção de novos ainda no decorrer deste ano. Também existem campos no Algarve, Alentejo, na Madeira e na região Centro (Leiria, Óbidos, Batalha e Covilhã) e Norte (Guimarães).

 



Categoria: Dossier

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image