BRITANNIA

11 de Maio de 2015

IMG_4521HOTEL FLUTUANTE

O mais recente e o maior navio da P&O Cruises, o Britannia, escalou Lisboa pela primeira vez, após ter visitado a Madeira, naquela que é a sua segunda viagem. A passagem do Britannia por Lisboa integra um cruzeiro de 14 noites por Portugal, Espanha e Marrocos, em que viaja o chef Nathan Outlaw, distinguido com duas estrelas Michelin. Batizado pela rainha de Inglaterra, este navio tem capacidade para mais de 3600 passageiros.

O Britannia é o maior navio da frota da P&O Cruises. Com 330 metros e 141 mil toneladas, disponibiliza 15 decks e 1837 cabinas, das quais 27 individuais. No total, está dotado de uma capacidade para mais de 3600 passageiros e 1350 tripulantes. Com espaços e corredores amplos e uma decoração sóbria e sofisticada, que alia o clássico ao moderno, o Britannia é um novo conceito dentro da P&O Cruises, que leva até aos seus clientes um verdadeiro hotel flutuante. O navio comporta um teatro com capacidade para mil pessoas, um cinema/estúdio de televisão para 300 a 400 pessoas, menus assinados por chefs de renome na maioria dos restaurantes, diversos bares, cafés e espaços para descontração, biblioteca, spa, ginásio, 660 metros quadrados de área comercial e um espaço dedicado, em exclusivo, para as crianças (até aos 17 anos), entre outros espaços. Nathan Outlaw é um dos 10 chefs que viajam a bordo do Britannia ao longo de vários cruzeiros previstos para este ano e que promovem aulas de culinária para os passageiros. A oferta do navio inclui uma escola de cozinha desenvolvida em parceria com James Martin e um átrio de três pisos com uma patisserie, uma charcutaria e uma gelataria com assinatura de Eric Lanlard. A esta oferta juntam-se o restaurante Sindhu, de Atul Kochhar, e o wine bar The Glass House, de Olly Smith, bem como menus para jantares de gala preparados por Marco Pierre White, entre outros atrativos.

Um gigante dos maresatrium

O maior navio de cruzeiros já construído para a P&O Cruises foi apresentado no passado dia 22 de fevereiro. Dedicado exclusivamente ao mercado britânico, ostenta já as novas cores da operadora inglesa, com principal destaque para a bandeira na proa, com perto de 100 metros de comprimento. Na cerimónia de entrega estiveram presentes as maiores celebridades da companhia e do estaleiro de Fincantieri, responsável pela construção do navio. Com o Britannia, o estaleiro consolida assim a sua posição de liderança na construção dos maiores navios de cruzeiros da história da indústria naval italiana. Este gigante dos mares foi batizado pela rainha Isabel de Inglaterra, em Southampton, no dia 10 de março.



Categoria: Dossier

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image

%d bloggers like this: