ASSOCIAÇÃO DOS DIABÉTICOS

8 de Junho de 2016

PrÇmio Ernesto RomaTRABALHO DE REFERÊNCIA

A Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP) celebrou o seu 90.º aniversário. O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, esteve presente no evento onde foram homenageadas pessoas com 50 ou mais anos de diabetes, antigos funcionários e onde foi entregue o Prémio Ernesto Roma.

No dia em que celebrou o seu 90.º aniversário, a Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal (APDP), a mais antiga associação de pessoas com diabetes, recebeu o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa. O Presidente visitou as instalações da associação, incluindo o museu, e tomou contacto com a realidade da diabetes, com os doentes e com a equipa médica multidisciplinar que trabalha diariamente nas diversas especialidades da APDP, uma das maiores clínicas de diabetes da Europa. O número de utentes observados na associação tem vindo a aumentar, situando-se agora nos 19 mil por ano. Com mais de 145 mil inscritos, a APDP acompanha hoje mais do dobro das pessoas que acompanhava no ano de 2000, sendo que 70% das pessoas com diabetes tipo 2 acompanhadas são tratadas com insulina. A associação realizou em 2015 um total de 53.880 consultas e exames. A Clínica Diabetológica presta cuidados integrados e diferenciados em áreas que cobrem, além da diabetologia, a nutrição, a pediatria, a oftalmologia, a cardiologia, a podologia, a nefrologia, a urologia, a saúde reprodutiva, a psicologia/psiquiatria, cirurgia oftalmológica e a hemodiálise. A APDP é, desde 2009, o único centro nacional reconhecido pela Federação Internacional de Diabetes como Centro de Educação da Federação Internacional da Diabetes (IDF) e, desde 2011, a nível europeu, é também reconhecida como clínica de referência no tratamento de crianças e jovens (Centre of Reference for Pediatric Diabetes).

Entrega de medalhas90 Anos APDP-220

Numa cerimónia que contou com a presença do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, foram entregues diversas medalhas a pessoas com 50 ou mais anos de diabetes. Os distinguidos foram José Marques Ribeiro Laia – medalha entregue pelo coronel Cracel; Carlos Manuel de Melo Santos – medalha entregue pelo professor José Luiz Medina; Jaime de Almeida Pais Correia – medalha entregue por Fátima Nogueira; José Júlio Gentil Berger – medalha entregue por Maria Antónia Paula; Manuel Lopes Celestino – medalha entregue por Alfredo Sousa; Maria Adelaide Moreira Silva – medalha entregue por Ana Lúcia Covinhas; Maria Emília da Costa Garcia Carvalho – medalha entregue por João Nabais; Miguel Maria Temudo Silva – medalha entregue por Paula Macedo; e Alberto José Fragoso Diniz – medalha entregue por Cunha Rodrigues. Foram ainda entregues medalhas a ex-funcionárias da APDP, nomeadamente à enfermeira Maria Arminda Zuniga, a Iria Purificação Costa e a Ester Baião Ribeiro. O Prémio Ernesto Roma 2014/2015 – destinado a incentivar a investigação em todos os campos da diabetologia – foi atribuído a Romeu Duarte Carneiro Mendes (Unidade de Saúde Pública, ACES Douro I – Marão e Douro Norte) com o tema “Impacto de um programa comunitário de exercício físico de longa duração nos principais fatores de risco cardiovascular modificáveis em indivíduos com diabetes tipo 2 – Estudo Diabetes em Movimento”. Romeu Duarte Carneiro Mendes recebeu o prémio das mãos do Presidente da República. A menção honrosa do Prémio Ernesto Roma foi entregue a Pedro Filipe Leite Alves (USF Santo André de Canidelo) com o trabalho “Evolução da população com Diabetes Mellitus em quatro anos de acompanhamento numa USF”. A categoria poster foi atribuída a Andreia do Carmo Felgueira Lopes (Centro Hospitalar do Médio Ave) com o tema “Qual é a noção que os nossos doentes diabéticos têm sobre hipoglicemia?”.

Associação Protectora dos Diabéticos de Portugal

Fundada para fornecer insulina, a nível nacional, aos pobres e carenciados com diabetes, a APDP conta, atualmente, com mais de 145 mil inscritos e deu perto de 29 mil consultas, só em 2015, mais 7 mil que há 10 anos. Este ano, com o apoio da Comissão Europeia, a APDP encontra-se a representar Portugal num estudo-piloto que está a ser desenvolvido em cinco países europeus sobre prevenção da diabetes tipo 2 em adolescentes. Neste momento, encontra-se em desenvolvimento a primeira fase do estudo que consiste em encontrar uma ferramenta comum de avaliação de risco. Como parceira desta iniciativa, a APDP tem desenvolvido um programa de intervenção em escolas secundárias, com o objetivo de recolher resultados que contribuam para a implementação de estratégias que previnam o desenvolvimento futuro de diabetes tipo 2 em jovens entre os 12 e os 14 anos.



Categoria: Dossier

Bem vindo à Frontline

Iniciar sessão

Esqueceu-se da senha?

Criar Registo Neste Site

captcha image